TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Beleza
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Maquiagem
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Batom Líquido – Vizzela
Beleza
Batom Líquido – Vizzela
Lip Oil – RubyRose
Maquiagem
Lip Oil – RubyRose
Batom Power Bullet Matte – Huda
Beleza
Batom Power Bullet Matte – Huda
A SouSmile Funciona?!
Beleza
A SouSmile Funciona?!
VídeosGravando com a Lindsay Woods
MaquiagemO novo CC Cream da Mary Kay
Pets

Aprendendo a ensinar seu cãozinho

em 20/12/2014 por Sara Favinha

É muito comum as pessoas me perguntarem sobre o adestramento positivo e como ele funciona. Desde que comecei a treinar cães, em 2004, percebi que eles são seres muito sensíveis e ao mesmo tempo espertos, eles ficam nos observando durante muito tempo para entender exatamente como funciona o ambiente que vivem e como conseguir quatro coisas simples:

  1. Que coisas boas comecem a acontecer
  2. Que as coisas boas que estejam acontecendo não terminem
  3. Que coisas ruins não comecem
  4. Que as coisas ruins que estejam acontecendo cessem

Vamos pensar um pouco sobre isso? Perceba que todos os comportamentos que os cães oferecem têm pelo menos um desses quatro objetivos. Isso significa que eles estão tentando o tempo todo moldar o ambiente. Isso acontece assim que eles percebem que conseguem interferir nos nossos comportamentos. Como assim, Sara? Pense bem, os nossos comportamentos selecionam as atitudes dos nossos cães o tempo todo, mostrando pra eles exatamente o que funciona e o que não funciona!

O que funciona eles vão continuar fazendo cada vez mais e o que não funciona eles vão deixar de fazer. Simples assim!

shutterstock_33605014

Vou dar um exemplo para ficar mais claro. Você coloca seu filhotinho recém chegado para dormir na cozinha na primeira noite dele na sua casa. Provavelmente ele vai começar a chorar, pois nunca ficou sozinho antes e todo o ambiente é diferente e muitas vezes assustador.

Toda vez que ele chora você levanta e vai lá falar com ele, pra tentar acalmá-lo ou vai até a cozinha, pega ele e trás pra dormir na cama com você. Com poucas repetições o cãozinho percebe que se ele chorar, vai aparecer alguém pra conversar com ele ou pra pegá-lo e levá-lo para a cama.

Quanto mais isso acontece, mais ele generaliza esse comportamento e passa a chorar sempre que quer ficar mais perto das pessoas, quando quer alguma coisa que as pessoas estão segurando, quando quer subir na cama…

Concluindo, o comportamento de chorar funciona, pois ele consegue moldar o comportamento dos humanos para conseguir uma das quatro opções que citei lá em cima.

Então como moldar os comportamentos do meu cão?

Pensando nisso, é importante que você perceba que os seus comportamentos podem estar recompensando as atitudes do seu cão, ensinando à ele que aquilo que você mais detesta, simplesmente funciona e fazendo esse comportamento ficar cada vez mais intenso ao longo do tempo.

Por isso, avalie todos as suas atitudes e veja quais delas estão recompensando seu cão.

  • Você dá comida pra ele ao pé da mesa para que ele pare de latir? Você está recompensando os latidos e eles vão aumentar!
  • Seu cãozinho raspa a porta do quarto e você abre todas as vezes? Ele está tendo cada vez mais certeza que raspar a porta funciona e vai fazer isso cada vez mais intensamente.
  • Seu cão puxa a guia no passeio e cada vez que ele puxa você cede e vai atrás dele? Bingo! Você está ensinando seu cão a puxar cada vez mais na guia!

Todos que têm cães, querendo ou não, estão a todo tempo ensinando coisas para eles e quanto mais consciência você tiver sobre isso, melhor vai ser sua relação com ele pois você deixará de recompensar os comportamentos que não deseja e vai passar a premiar com o que quer que o cão deseje no momento, os comportamentos que você quer que aumentem.

Basicamente todos os recursos que oferecemos aos cães podem ser recompensas, você sabia disso? Isso depende de apenas uma coisa: O que ele quer no momento! Veja os seguintes exemplos:

  • Dar carinho quando o cão pede
  • Pegar no colo quando o cão quer colo
  • Oferecer água quando ele está com sede
  • Oferecer comida duas vezes por dia e ele adora comida
  • Oferecer ossinhos e itens de Enriquecimento Ambiental
  • Sair pra passear se o seu cão adora passeios
  • Deixar ele entrar em casa quando ele está no quintal
  • Deixar ele subir na cama quando ele pede
  • Abrir a porta do jardim quando ele deseja sair
  • Deixar ele receber as visitas caso ele adore pessoas diferentes

Percebe como tem muitas coisas no dia a dia (e muito mais!!!) que podem ser usadas para recompensar bons comportamentos? Saiba selecionar bem quais atitudes do seu cão você vai recompensar e você terá o cão mais educadinho do mundo!! :)

1944 Lassie Come Home Roddy Mc Dowall & Lassie

Ficou com dúvidas? Quer perguntar pra mim? Escreve nos comentários que respondo pra você. Esse assunto é realmente abrangente e muito importante. Até o próximo post!

Gostou desse post?
Cadastre-se e receba todas as nossas dicas, artigos e tutoriais por email!
Conversa com a gente
  1. Avatar
    Caroline Castilho Piacentini
    15/06/2018 às 21:11

    Amei esse post! Me fez enxergar as atitudes de meu cão completamente diferente. Atualmente estou com 2 “problemas” e tentando resolver:
    1- puxa muito a guia – devo então toda vez que ele puxar parar e dizer “não” até que ele entenda?

    2- ele foi mordido por outro cão quando pequeno e hoje esta agressivo por medo com outros cães, como mudar esse comportamento?

  2. Avatar
    Alessandra
    01/07/2015 às 15:39

    Sarinha…. adoro vocês da Tudo de Cão!
    Virei maior fã de vocês todos! Adoro ler tudo oq escreve e adoro ver vários vídeos de vocês!
    Sara… tenho uma super pergunta…
    Tenho uma Beagle… Scuba o nome dela.
    Ela é linda, fofa e carinhosa…”quando quer” rsrs
    Falo isso pq muitas vezes quando nos aproximamos dela para fazer um simples carinho.. e ela não quer naquele momento.. ela simplesmente nos enfrenta! E se continuarmos ela enfrenta mesmo de até morder!
    O que posso fazer para ela não nos enfrentar deste jeito ?
    Ela é super carinhosa… mas nos momentos que ela quer…
    Fico super chateada com isso… :(
    Abraços e aguardo uma ajudinhaaaa!

    • Avatar
      02/07/2015 às 19:01

      Olá Alessandra, tudo bem?

      Fico muito feliz em saber que você acompanha e gosta do nosso trabalho, obrigada!! :)

      Poxa, que situação chata essa com sua cachorrinha. É importante você e sua família pensarem do ponto de vista dela, em primeiro lugar. Ela já entendeu que mostrar a reatividade é uma forma de parar o que vocês estão fazendo, se aproximar, fazer carinho, etc. Isso é ruim pois infelizmente esse comportamento tende a aumentar cada vez mais. :(

      Nesse caso de reatividade, eu recomendo muito ajuda profissional, porque é muito importante saber ler todos os sinais e microsinais que ela emite nessas situações e até antes dela, mostrando que está desconfortável. Um deles é o lamber a boca (http://eaibeleza.com/animais/calming-signals-lamber-boca/) e o bocejar (http://eaibeleza.com/animais/o-bocejo-dos-caes/), além de desviar o olhar, enrijecer o corpo. Um profissional que faça adestramento positivo pode ensinar vocês a lerem essa linguagem corporal para evitar chegar no ponto de ela reagir, e ao mesmo tempo fazer uma dessensibilização corporal, mostrando pra ela como pode ser bem gostoso ser tocada e acariciada. Tudo isso tem que ser feito passo a passo e no ritmo dela, ela é quem decide quando evoluímos cada passo.

      Qualquer orientação que eu te passar à distância nesse caso, sem ver ela e entender perfeitamente a situação, vai ser imprecisa e pode gerar acidentes. Entre em contato com a gente através do email contato@tudodecao.com.br e veja com a nossa assistente se atendemos a sua cidade e região. Caso a gente não atenda, procure um adestrador positivo, que jamais use qualquer tipo de punição, sustos ou medo para tentar resolver esse problema, pois pode piorá-lo muito.

      Estou torcendo pra que você consiga ajuda para ajudar a sua pequena a ser mais tranquila e feliz!! Grande beijo!

  3. Avatar
    Lari Evelyn
    05/01/2015 às 07:15

    Amei as dicas, super úteis de verdade!!

    Ps.: Amei mais ainda ver que você é Zootecnista! Futura parceira de profissão. =D

    • Avatar
      06/01/2015 às 09:35

      Obrigada Lari!! Que bacana que você está fazendo Zootecnia!! :) :)

  4. Avatar
    Gardelia
    25/12/2014 às 21:04

    Oi Sara, Parabéns pelo post, estou adorando suas dicas!
    Em 2014 decidi que queria uma cadelinha e li um pouco sobre adestramento positivo antes de pegá-la. Adotei de uma moça que não queria os filhotes da sua cadela com 35 dias. Ao final de 2 meses ela já sabia sentar, deitar, ficar em pé e dar a patinha. O problema que tenho enfrentado é na hora de dormir, Acontece que ela detesta a hora de dormir. Ela precisa dormir em um quarto separado e fica triste, se esconde, dificulta o máximo para pegarmos ela. Eu brinco com ela no quarto durante o dia, par ela ver que o lugar não é só de solidão, eu deixo brinquedos tipo kong, petball, bolinhas, ursinhos, deixo petiscos escondidos, mas ela deita na porta e nem liga pra eles. no dia seguinte está tudo com deixei.Já tem 7 meses, ela não chora mais, porque sabe que não vamos tira-la. Mas por outro lado sei que fica lá muito triste. E acho que está começando o habito de lamber as patinhas, porque vejo ela fazendo isso algumas vez durante o dia. Será que tem alguma dica diferente pra eu usar? Bjos

  5. Avatar
    23/12/2014 às 13:27

    Amei as dicas…beijo

  6. Avatar
    Roberta
    22/12/2014 às 20:01

    Olá Sara! Adorei suas dicas. Tenho uma cadelinha e percebi que estou incentivando os piores comportamentos dela, então fica difícil ela perceber o que é certo. Contudo uma coisa me preocupa: ela fica muito brava na presença de pessoas estranhas. Você teria alguma dica?

    • Avatar
      27/12/2014 às 19:22

      Oi Roberta, tudo bem? Que bacana que você está conseguindo entender melhor o comportamento da sua cachorrinha! :)

      No caso de agressividade com pessoas, geralmente não passo orientações à distância, sem ver o cãozinho e entender profundamente a situação, os gatilhos do comportamento, a intensidade da agressividade, etc.

      Principalmente porque com agressividade, é necessário ter um embasamento teórico muito forte e experiência prática pra conseguir não recompensar um comportamento indesejado e recompensar na hora certa, evitando acidentes durante o treino.

      Por esse motivo, te recomendo muito que procure um profissional pra te ajudar, que trabalhe com adestramento positivo e que possa ir na sua casa, te dando todo o suporte pra resolver o problema da sua cachorrinha.

      A gente atende em algumas regiões, olha só: http://www.tudodecao.com.br/adestramento

      Beijos e muito boa sorte!

  7. Avatar
    Camila
    22/12/2014 às 13:26

    Adorei as dicas! Minha dúvida é, quando seu cão saiu fazendo xixi em todo lugar. Como faço pra ensiná-lo que não é assim que funciona. rs

  8. Avatar
    Julia Karayannopoulos
    22/12/2014 às 09:11

    Oi Sara, eu tenho um cachorro e é muito difíciu de lidar com ela quando levo ela ao veterinário. Ela late para a veterinária e não a deixa toca-la, as veterinárias diceram que eu tenho que impor mais coisas para ela e sempre “brigar”se ela latir para alguem. Será que você tem alguma dica para mim?

    • Avatar
      27/12/2014 às 20:10

      Olá Julia, tudo bem?

      Poxa que pena que isto está acontecendo! Na verdade, a pior coisa que você pode fazer quando sua cachorrinha mostra agressividade é punir ela. Ela provavelmente está com medo da situação e está se defendendo da única forma que pode.

      O ideal seria você encontrar um veterinário que faça amizade com ela, brinque, dê petiscos e faça uma consulta passo a passo. Você poderia levar ela várias vezes ao veterinário somente para brincar e comer petiscos. Isso faria com que ela passasse a encarar o local não como algo horrível mas como um local legal. E a mesma coisa com as veterinárias.

      Usar punição nesse momento, infelizmente, pode piorar muito o quadro.

      Se precisar de ajuda, nós atendemos em algumas regiões: http://www.tudodecao.com.br/adestramento

      Beijos e muito boa sorte!! :) :)

  9. Avatar
    22/12/2014 às 08:29

    Por acaso você faza psicologia? Porque os conceitos todos que você trouxe, são da teoria do comportamento hahahaha! E tudo isso não serve só para os cães, mas para todos na realizade! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    • Avatar
      27/12/2014 às 19:27

      Isso mesmo Paola!! rsrsrs Não fiz Psicologia, fiz Zootecnia, mas estudei profundamente o Behaviorismo e a Etologia, as Leis e Teorias de Aprendizagem e a Linguagem Corporal dos cães.

      É preciso ter todo esse embasamento pra poder criar, diminuir, extinguir e modificar comportamentos, de cães e pessoas.

      Que bacana que você percebeu.. :) :)

      Beijos!

  10. Avatar
    Franci Pacheco
    21/12/2014 às 11:25

    Adorei as dicas desse post.

  11. Avatar
    Letícia Alves
    21/12/2014 às 10:58

    Adorei o post!!! Tenho 2 poodles que ficam na parte externa da ksa e quando os soltamos fazem xixi pela ksa toda. Então, evitamos ao máximo que entrem em ksa. Com isso acabamos tendo menos contato com eles. Já tentamos usar aquele pipi dog, mas n deu certo. Tem alguma dica?
    Obrigada

  12. Avatar
    Jamille
    20/12/2014 às 20:41

    Muito bom post! Tenho um Pug de 4 meses recém chegado em casa e tento (eu disse tento) fazê-lo desde já agir de acordo com o nosso ambiente (e não o contrário), mas já caminhamos paraa quinta noite e tenho tanta dó dos choros à noite! Mas sigo firme em não recompensá-lo nesses momentos aparecendo a cada choro. Mas é difícil… Alguma dica?

    • Avatar
      27/12/2014 às 19:06

      Olá Jamille tudo bem?

      Você sabe que essa situação é muito comum! Por isso adotamos como uma orientação específica pra isso, que funciona pra maioria dos casos. O que orientamos é que o filhotinho passe as noites no quarto da família, porém no chão, em uma caixinha ou caixa de transporte ou até mesmo um cercadinho. Dessa forma ele fica mais calmo estando em um ambiente totalmente novo, com novas regras, novas pessoas, novos cheiros. E depois da primeira semana, começar a distanciar o cão do quarto, caso seja essa a vontade da família, até que ele passe a dormir no local desejado.

      Você acha que adotar esse manejo é possível no seu caso? Caso não seja, você pode colocar uma bolsa de água quente e alguma roupa com seu cheiro para ver se ele se acalma e consegue dormir.

      Boa sorte! Depois me conta como foi!! :)

  13. Avatar
    Giselly Torri
    20/12/2014 às 15:18

    É um ótimo post! Tenho cachorro e seu como é difícil não recompensá-lo quando ele pede algo… Ultimamente comecei a não permitir que ele suba na cama e inicialmente foi muito difícil, ele arranhava a porta do quarto e até me evitava quando eu saia, pela manha, mas foi se acostumando e sempre que ele percebe que eu estou na cama ele vai para a casinha dele!
    É muito bom entender algumas atitudes do cão! Obrigada!

    • Avatar
      27/12/2014 às 18:43

      Oi Giselly tudo bem? Que bacana que conseguiu modificar o comportamento do seu cãozinho! Parabéns!! :)