Paletas multifuncionais favoritas!
Maquiagem
Paletas multifuncionais favoritas!
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Maquiagem
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Maquiagem
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Dupes nacionais de makes gringas!
Beleza
Dupes nacionais de makes gringas!
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Beleza
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Maquiagem
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Tv, Séries e LivrosLucy – Vale a pena assistir?
OffOs artigos de papelaria mais fofos da internet
Beleza

Como não se arrepender de fazer maquiagem/cabelo no salão?

em 19/02/2015 por Karen Bachini

Casamento, formatura, batizado, aniversário, festa importante… geralmente a gente recorre a maquiagem e cabelo profissional em datas especiais né? O problema é que muitas vezes a gente acaba cometendo alguns errinhos na hora de escolher e se arrepende. Chega até a pensar: poxa, ia ficar muito melhor se eu tivesse feito em casa. Chega até a ir para casa, tomar um banho e fazer tudo de novo né? Quem nunca?

Eu mesma já tive um monte de experiências péssimas. A pior de todas, quando fui madrinha de um amigo, meu primeiro grande evento! Marquei com uma cabeleireira renomada da cidade e no dia, além dela usar a cor errada de base, fazer uma maquiagem horrível, ainda pediu para cortar um pouquinho a minha franja para acertar o penteado e cortou tão curto mas tão curto que ficou acima do meio da testa. Nem um pote inteiro de gel conseguiu amansar a franja. Resultado: chorei o casamento inteiro – não porque o meu amigo estava casando e ia se mudar para longe, mas porque uma escolha errada acabou com o meu dia (e com os meses a seguir até a franja crescer novamente).

E essa foi só a primeira, de uma série de péssimas experiências com cabeleireiros e maquiadores. Mas será que isso quer dizer que não há bons profissionais por aí? Muito pelo contrário. Isso quer dizer que há profissionais bons e ruins – você só precisa saber como encontra-los.

E como eu sei que isso é uma tarefa praticamente impossível, ainda mais quando você se muda para uma cidade nova, resolvi fazer um guia para você nunca mais errar na escolha do cabeleireiro e maquiador.

Confie mais no que você já ama e conhece

Todas as vezes que passei maus bocados por causa de maquiagem/cabelo foi porque tentei um profissional novo e não gostei. É importante entender que não é o preço que o salão cobra que define a qualidade, existem muitos salões baratinhos que são melhores que os grandes e caros. Também é importante entender que não é porque o profissional funcionou para sua amiga/conhecida que ele vai funcionar para você também, existem técnicas e estilos diferentes de cabelo e maquiagem e talvez você só não goste desse estilo, ou ele não fique bem em você.

O ideal é que você faça o cabelo e maquiagem do seu dia importante com quem já te atende nas outras ocasiões do ano. Assim você já conhece o trabalho e confia, e o profissional também vai conhecer você e o que você gosta ou não gosta.

Peça indicações

Converse com as mulheres da sua vida e pergunte sobre cabeleireiros e maquiadores confiáveis. A gente faz isso com médico, supermercado, com basicamente tudo, então, com coisas de beleza não deve ser diferente!

Eu já fiz um post com dicas de cabeleireiros e maquiadores confiáveis espalhados pelo Brasil, e junto com várias leitoras conseguimos unir uma lista bem ampla! Clique aqui para acessar!

Converse muito!

Muitas vezes acontece de ter que ser a primeira vez mesmo, talvez porque seja uma cidade nova ou por uma troca de profissional mesmo. Quando isso acontecer, peça indicações de clientes, converse com todo mundo, pergunte os pontos positivos e negativos, converse muito com o profissional também e não tenha medo de ser chata. Muitas vezes a gente fica meio tímida e tem medo de atrapalhar o profissional, mas se você não disser exatamente o que você quer você corre muito mais risco de ficar do jeito que você não quer.

Também peça para ver o portfólio do profissional. Fotos de maquiagens e cabelos que ele fez e analise nos mínimos detalhes se é isso que você gosta ou não. E faça tudo isso no salão, observando enquanto ele trabalha em outros clientes. Isso pode ser muito revelador!

Leve fotos de inspiração, muitas fotos!

Detalhes, mínimos detalhes! Se preocupe muito com isso. Mostre para ele exatamente as cores de batom que você ama. Mostre exatamente os penteados que você está disposta a aceitar. Mostre para ele todos os estilos que você gosta e está pretendendo nesse dia. Isso é muito importante.

Levar fotos ajuda muito! Leve revistas, imprima as fotos que você gostar, mostre no celular/ipad/computador. Quanto mais fotos melhor!

As vezes a gente culpa o profissional por não ter feito o que a gente queria. Mas será que levamos as fotos e mostramos exatamente o que queremos?

Teste: fazer ou não fazer?

Cada salão tem uma política específica para teste de maquiagem e cabelo antes do grande dia. Muitos lugares cobram um valor a parte pelo teste (o que é completamente justo já que a pessoa vai gastar tempo e material em você duas vezes), mas é melhor você ter uma decepção no seu dia de teste do que no seu dia! Então, se você está insegura ou se a coisa tem chance de dar errado, faça o teste!

Você ama um produto? Não deixe ele em casa!

Eu sou chata. Eu não gosto de todas as bases na minha pele, e para ser bem específica, só amo umas 3 bases. Mas como o maquiador vai adivinhar isso né? E mais, ele pode não ter a minhas bases preferidas e aí? E aí eu vou odiar o resultado. Então se você tem um produto queridinho, leve ele e peça para o profissional usar em você.

Muita gente tem problemas reais e complicados que o profissional não é obrigado a adivinhar nem saber exatamente como você gosta de resolver. Então se o seu cabelo só fixa com alguns sprays, leve. Se o seu cabelo só dá volume com algum produto específico, leve. Se o seu cabelo fica uma bosta sem o seu finalizador – LEVE.

Não tá gostando? Então para que vamos descer!

Muitas vezes a gente senta na cadeira e se decide: ele é o profissional aqui, não vou dar opinião idiota e encher o saco dele. Só que, a coisa toda tem que ficar boa pra VOCÊ, e não pra ele. Então se você não estiver gostando do resultado, fale pra ele. Mostre como você quer.

É claro que cabelo e maquiagem tem essa coisa de: no processo parece que não vai dar certo e no final tudo fica lindo, e é bom manter isso em mente antes de sair reclamando de tudo. Mas nem sempre essa regra é verdadeira e tudo dá certo no final. Então, sinta-se a vontade para dar palpites – batom muito escuro, muita sombra pra todo lado, blush muito evidente, franja pra lá ou pra cá. Deixe o profissional saber o que você está gostando e o que não está.

O seu dia é sobre você, e não sobre o cabeleireiro/maquiaidor

Uma das coisas que mais me irrita é quando eu vou em um profissional e ele não me deixa palpitar ou até escolher do jeito que eu quero a coisa. Mas, se ele é tão nariz em pé assim você não deveria estar nele em primeiro lugar. O que muita gente não entende é que por mais que o profissional tenha estudado para isso, e faça isso o dia inteiro, esse ainda é o MEU cabelo, o MEU rosto, esse é o MEU dia especial. Então, se não é para ficar como eu quero, melhor nem ficar.

Jamais deixe que algum profissional te faça sentir como refém numa cadeira de salão, por um serviço que você está pagando.

Gostou desse post?
Cadastre-se e receba todas as nossas dicas, artigos e tutoriais por email!
Conversa com a gente
  1. Ariel santos
    26/07/2018 às 21:00

    Fiquei com trauma de maquiagem no salão. Passei o curso todo sem maquiagem nenhuma e sofrendo certo desdém da “alta sociedade”. Eis que chega o dia “D” que era pra eu ficar linda e maravilhosa a maquiadora cagou completamente na minha sombra, ficou tudo muito carregado. Não combinava com a ocasião que era noturna. Pedi algo leve e ela pesou a mão. Como estava com pressa, não dava nem pra desfazer aquela porcaria então tive que ir daquele jeito mesmo.
    Meu Deus, que trauma. O pior foi servir de chacota de novo por pessoas que me odiavam durante o curso inteiro. Depois dessa vou aprender por conta ou levar um modelo bem legal e se fizer merda na minha cara vou mandar refazer até acertar.

  2. 09/12/2015 às 09:49

    Karen, passei por uma dessas no meu casamento!! Sou maquiadora profissional, porem, a principio não me senti confiante para fazer minha própria maquiagem e penteado por conta da ansiedade e do nervosismo que imaginei que sentiria no dia. Como meu casamento foi diurno, marquei com o maquiador/cabeleireiro as oito horas da manhã e adivinha o que aconteceu? Ele chegou ao meio dia, sem assistente e sem nenhum cosmético, por precaução levei tudo, foi a sorte! Lembrando que ele iria maquiar e pentear a mim, minha mãe e uma madrinha!! Eu pretendia chegar ao casamento as quatro horas da tarde, cheguei as cinco, liguei para que liberassem as entradas e refresco para evitar que as pessoas ficassem com raiva, ou seja, mudei todos os planos por conta de um profissional “renomado” que se acha estrela!! Resultado, ele maquiou a todas, exceto a mim, que fiquei por ultimo e apavorada. A solução que encontrei foi me trancar no banheiro do hotel junto com o fotografo para fazer minha própria maquiagem que por sinal ficou linda e durou a festa toda, massss o cabelooo, ficou horrível, ele não pranchou e não passou nenhum finalizador, deixando meu cabelo todo arrepiado e o penteado que eu desejava soltinho, saiu todo bagunçado parecendo que um pássaro enlouquecido o fez de ninho kkkkkk assim que cerimonia acabou arranquei o véu e soltei o cabelo, levei alguns produtos para retoque e grampos, foi o que salvou, ufa!!! Realmente, nunca devemos ficar refém dos profissionais, o dia é nosso e o dinheiro que o paga também, então tenham sempre uma carta na manga e sejam prevenidas!!! Suas dias são excelentes e eu lamento não ter as lido antes do meu grande dia. Beijosss e ainda mais sucesso pra você!!!

  3. Priscilla
    01/10/2015 às 14:43

    Nossa, essa decepção de maquiagem e cabelo foi na minha tão esperada formatura, fiz a burrada de confiar na palavra de uma “maquiadora” que me garantiu que eu eu iria ficar linda com a make que ela iria fazer.

    Fez uma maquiagem horrivel, não passou primer, basou uma base de pessima qualidade que não cobria nada das imperfeições, e o pior que ela nao aceitava eu dar palpite, nao esfumou a sombra, simplesmente odiei! cheguei em casa chorei e refiz a maquiagem, gastei dinheiro a toa.

    ja o cabelo a culpa foi minha que escolhi um penteado que não combinava com o meu rosto, e o cabeleleiro nem para me sugerir outro, mais ate ai tudo bem..

    nossa, estou com trauma de me maquiar com essas “maquiadoras” que tem por ai kkk

  4. Loraine
    06/09/2015 às 19:51

    No final do ano passado tinha festa da empresa e marquei de fazer o cabelo no melhor salão da rua augusta, porém não conhecia talvez esse tenha sido meu maior erro, demorei pra ser atendida, lavaram meu platinado com um shampoo qualquer de 1,00 5L, nem uma gota de condicionador para ajudar a pentear, o assistente era legal a cabeleireira uma grossa que se achava enfim meu lindo loiro claro platinado ficou amarelo esverdeado horrivel, ressecado, duro, cheio de frizz acabou com minha noite, para acertar minha dica é ir antes e mesmo pagando fazer o teste nem que seja pra uma simples escova.

  5. Franci Pacheco
    24/02/2015 às 13:57

    Adorei as dicas desse post.

  6. 23/02/2015 às 19:46

    Karen,amo todas as suas dicas

  7. Meyrivan Viana
    20/02/2015 às 15:01

    ADOREI a matéria. Depois de muitas espectativas frutadas, comprei um penca de maquiagem e hoje não pago 10,00 pra ninguém me maquiar. Quando paguei um valor mais caro para minhas fotos de colação, não gostei da maquiagem. e odiei o cabelo, só não lavei por estava super atrasada, mas fui penteado o caminho inteiro pra ver se melhorava. :*

  8. Mirelle
    20/02/2015 às 09:19

    Passei por isso na minha formatura :( Tenho uma cabeleireira que confio com os olhos fechados, so que ela disse q não faz esses tipos de trabalho e me mandou em outra… e ai td saiu horrivel, meu cabelo ficou estranho, a maquiagem o uóóóóoó, tinha mostrado um foto e foi exatamente aquilo que ela NAO fez… ela colocou uma sombra verde,nem delineado nem nada, e um batom metalizado, me senti um monstro quando me olhei no espelho :(

  9. 20/02/2015 às 01:21

    Lembro muito desse post de indicações, até comentei lá na época recomendando a minha cabeleireira, mas mudei de cidade e ninguém recomendou nada aqui pra floripa, o jeito é cortar o cabelo quando volto pro rio pra visitar meus pais, tenho muito medo de ir sem recomendação, também já tive algumas frustrações.
    http://www.issoaquiloetal.wordpress.com

  10. Soninha
    19/02/2015 às 21:51

    Kah, ÓTIMO post .
    Comigo a desgraça aconteceu no meu primeiro casamento.
    Seria só no civil pela manhã.
    Nem marquei salão.
    Mas no dia estava um calor do demônio, então resolvi ir ao salão para prender o cabelão (era imenso e volumoso).
    Então meu cabeleireiro de anos prendeu lindamente meu cabelo, fez minha sobrancelha e me convenceu a deixá-lo fazer minha make (eu iria fazer em casa).
    Minha cara ficou um reboco !!!
    Ah, não deu outra: tirei um pouco (na verdade só aproveitei o olho q estava básico e bem feito).
    Hj em dia eu mesma me arrumo. Além de economizar, não tenho surpresas pois sempre faço um teste também antes do evento. Assim no dia, já sei exatamente o q vou fazer.
    Já minha filha adolescente tem sua maquiadora top aqui em Santos – a Petty (se alguém um dia precisar….)
    As makes dela são de arrasar. Dignas de capa de revista.
    bjs

  11. Giselli
    19/02/2015 às 19:01

    Eu sou muuuuuuuito branca e até hoje não encontrei uma base para “chamar de MINHA”,já experimentei várias caaaaaaaras(na loja fica ótimo,mas quando chego em casa……DECEPÇÃO!)
    Você se incomoda,POR FAVORde dizer quais as bases do seu coração?
    Amo seu blog de paixão,acesso todos os dias!!!!!
    Beijão,Kah
    Giselli Braga

    • 23/02/2015 às 22:49

      tenho VÁRIOS posts falando sobre bases até sobre minha preferida tem, pesquisa por “base” na busca que você acha. ;)

  12. 19/02/2015 às 15:46

    Super amei as dicas…beijos

  13. Jaqueline
    19/02/2015 às 15:34

    Isso aconteceu comigo sábado, quando me casei! Levei a foto de um cabelo super natural e a cabeleireira encheu de spray! Ficou duro e eu estava me odiando. O pior, estava sem shampoo em casa para fazer tudo de novo. Minha sorte foi que tentei penteado e saiu todo aquele duro. Depois fiz tudo sozinha. kkk

    • 19/02/2015 às 18:47

      Hahahha nossa, ainda bem que no final você conseguiu sair bem na história! :D

  14. 19/02/2015 às 14:25

    Bingo!! É por essas e outras que já decidi que eu mesma irei fazer minhas makes… perfeitas ou não, ficarão do meu agrado mil vezes mais do que se alguma outra pessoa fizer! Sou mega chata! kkkkk

    Só libero o penteando mesmo, mas só pq ainda não achei um negócio q fizesse meu cabelo parar..r.s..

    Bju

  15. Juh Carvalho
    19/02/2015 às 13:10

    anotada todas as dicas, serei madrinha de casamento em junho e já estou com medo da maquiagem no salão. Acho maquiagem mais difícil de acertar do que penteado.

  16. Lilian
    19/02/2015 às 11:45

    Nunca esquecerei o dia em que fui madrinha de casamento. Meu vestido era azul claro, quase lilás,, aí a maquiadora perguntou que cor era e disse “então vou usar uma sombra azul clarinha em vc”. Quando olhei no espelho o resultado, entrei em pânico. Ela usou uma sombra azul cor de tampa de caneta Bic nos meus olhos, na pálpebra toda, chegando a quase encostar na sobrancelha! Fiquei traumatizada de maquiar em salão depois disso!

  17. Vanessa
    19/02/2015 às 11:24

    Já tive experiência ruim em salão bom, voltei pra casa e refiz toda a make! rs nada pior!!!

  18. Karla
    19/02/2015 às 11:17

    Comigo a pior coisa foi a cor de base errada (mais escura que a minha pele)… E realmente as dicas são boas. Já levei batom pra maquiadora usar, por exemplo.
    Muito bons seus posts !!!

  19. Camila Magalhães
    19/02/2015 às 11:10

    Acho justíssimo! Adorei as dicas!