Base Aqua Hidratante – Quem Disse Berenice
Maquiagem
Base Aqua Hidratante – Quem Disse Berenice
Perfume 212 Vip Rosé – Carolina Herrera
Beleza
Perfume 212 Vip Rosé – Carolina Herrera
Matt Touch Blush – Essence
Maquiagem
Matt Touch Blush – Essence
Swatches – Base Feels RubyRose
Maquiagem
Swatches – Base Feels RubyRose
Primer Minimize Pores – Smashbox
Maquiagem
Primer Minimize Pores – Smashbox
Batom Artist Nude Cream – Make Up Forever
Beleza
Batom Artist Nude Cream – Make Up Forever

duvidas-sobre-gengivoplastia

Saúde

8 perguntas que todo mundo faz sobre gengivoplastia

em 04/05/2017 por Renata Stanquini

Há mais ou menos um mês eu fiz a minha tão sonhada gengivoplastia. Já fazia um tempão que eu tinha vontade de corrigir meu sorriso gengival (que é aquele que aparece mais gengiva do que os dentes quando você sorri), mas estava bem insegura e com muito medo de não curtir o resultado.

Só tomei coragem depois de conhecer a Estúdio Odonto e conversar bastante a respeito com a Dra. Renata Giordano. Ela me explicou direitinho como a cirurgia funciona, me esclareceu várias dúvidas e me fez perceber que, apesar do termo “cirurgia” assustar bastante, o procedimento é mais simples do que parece e a recuperação é tão rápida que não há motivo algum pra ter medo.

Logo que eu postei nas redes sociais que iria fazer a gengivoplastia, comecei a receber vários comentários e mensagens de pessoas que também tinham vontade de fazer mas que tinham muitas dúvidas sobre a cirurgia. Percebi que as dúvidas delas eram muito parecidas (pra não dizer iguais) as que eu tinha antes de fazer. Então decidi reunir nesse post algumas dessas perguntas e responde-las pra vocês me baseando na minha experiência:

1. Como é a cirurgia?

Pra quem não sabe, a gengivoplastia é um procedimento estético em que se retira o excesso de gengiva para aumentar a coroa dos dentes e deixar o sorriso mais perfeito. Se eu tivesse que explicar da forma mais simples possível como funciona essa cirurgia, diria que é como tirar uma cutícula: você “empurra”, vê o que tá sobrando e tira o excesso. O procedimento é super simples e tudo que o cirurgião-dentista faz é usar um bisturi (que poder ser o comum ou o elétrico) para refazer o contorno da gengiva.

-gengivoplastia-como-é-a-cirugia

2. Dói muito?

É claro que existem pessoas mais sensíveis à dor que outras, mas baseado na minha experiência diria que não dói de jeito nenhum! Quero dizer, a parte da anestesia dói um pouco mas nada insuportável, sabe?! O dentista geralmente passa uma pomada anestésica antes pra aliviar essa “picada”. Depois que a anestesia fez efeito, eu não senti absolutamente nada!

3. Como é a recuperação?

Tranquilíssima! As únicas recomendações que o dentista faz depois da cirurgia são:

  • não pode comer ou beber nada quente;
  • tem que abusar do sorvete;
  • não pode escovar os dentes em cima de onde foi feito o corte por pelo menos uns 3 dias;

pode-não-pode-depois-da-gengivoplastia

Diferente do que muita gente imagina, não se leva ponto na gengivoplastia. O próprio organismo se encarrega de fazer o sangue coagular e começar a cicatrização. Esse processo pode variar de pessoa pra pessoa (algumas cicatrizam em 3 dias, outras em 15 ou mais dias, que foi o meu caso).

Nesses primeiros dias seguintes a cirurgia, eu senti minha gengiva bem machucadinha, sensível, e com uma aparência – não vou mentir – horrenda! Ela ficou meio roxinha, tipo “sangue-pisado” por uns 3 dias até começar a melhorar.

E olha só como ficou o antes e depois… Fala sério, vale muito a pena, concorda? Que diferença!

antes-e-depois_cirurgia-gengivoplastia

Dá até a impressão que eles ficam mais brancos, não é verdade?

4. O que muda na rotina no pós-operatório?

Nadinha. Eu pude trabalhar normalmente, fazer minhas tarefas de sempre sem nenhum problema. Fiquei um pouco com vergonha de sorrir e falar com as pessoas no começo, mas, depois que foi melhorando aquela vermelhidão, tudo voltou a ser como antes. A única coisa que o Dr. Anselmo recomendou (mais por precaução do que por necessidade) é que eu não fizesse nenhuma atividade física, tipo levantar peso, por uns 2 dias. Fora isso, rotina normal!

5. Os dentes ficam mais sensíveis?

Algumas pessoas acreditam que os dentes ficam mais sensíveis porque, ao cortar a gengiva, a raiz dos dentes ficam mais aparentes. Isso é mito. E é mito porque o dentista não vai retirar tanta gengiva ao ponto de deixar sua raiz exposta. Os nossos dentes tem todos o mesmo tamanho, o que varia é o quanto de gengiva cobre cada dente. Quando o cirurgia-dentista avalia nosso sorriso, ele faz tipo um calculo pra saber quantos milímetros podem ser retirados para que todos os dentes fiquem iguais sem comprometer a saúde deles.

6. Quanto tempo demora o procedimento?

Isso vai depender de quantos dentes você for fazer. No meu caso foram 9 dentes e demorou mais ou menos meia hora – fiquei pasma com a rapidez! Mas, em geral, o procedimento de gengivoplastia dura entre 30 a 40 minutos. É mesmo muuuuuito rápido!

procedimento-de-gengivoplastia-cirugia

7. Quanto custa?

Preço também varia de um lugar para o outro e do profissional que você escolhe, mas em média custa entre R$100 a R$250 reais por dente.

8. Com quem fazer?

Você precisa procurar um cirurgião-dentista especializado em procedimentos estéticos (como bichectomia, botox facial, lentes de contato dental e etc). Eu super recomendo a Estúdio Odonto que tem um time de profissionais super preparados e atenciosos.

Se quiser marcar uma avaliação na Estúdio Odonto, é só ligar para (11) 4304-9779.

Sobre a Estúdio Odonto

A Estúdio Odonto fica na Av. Ibirapuera, 2907, em São Paulo. Lá você encontra uma equipe super preparada, experiente e muito atenciosa. A Estudio Odonto realiza tratamentos de clínica geral, estética, ortodontia, odontopediatria, bichetomia, próteses e muitas outras coisas.

Quem tiver alguma dúvida sobre gengivoplastia, é só deixar aqui nos comentários! E se você conhece alguém que tem vontade de fazer, mas ainda se sente um pouco inseguro, é só compartilhar esse post (:

Espero que tenha ajudado! BEIJOS! <3

snack-best-berry-10

Saúde

Snacks do bem: O que eu costumo comer entre as refeições

em 19/04/2017 por Renata Stanquini

Há alguns meses atrás, quando me batia aquela fome no meio da tarde, me dava vontade de comer tudo que não presta: salgadinho, bolacha recheada, chocolate – e por aí vai! Depois que eu comecei a ser acompanhada por uma nutricionista, descobri que não só esses alimentos engordam pra caramba como também fazem muito mal pro nosso corpo. (Também não é pra menos, né? Vocês já repararam a quantidade de gordura e sódio que esses snacks têm? Chega a ser absurdo!)

Pouco a pouco eu fui tirando da minha vida comidinhas como essas. (Refrigerante então, nem chego mais perto!) Hoje eu posso dizer que eles nem fazem falta pra mim, mas isso só foi possível porque eu consegui substituir todas essas coisas por snacks bem mais saudáveis.

No post de hoje eu quero contar pra vocês o que eu ando comendo entre as refeições – não por uma questão só de dieta mas também por causa da minha saúde! Acompanhe:

Sementes ou Frutas Oleaginosas

Pra quem não sabe, frutas oleaginosas são as amêndoas, castanhas-do-pará, avelã, nozes, castanhas de caju e etc. Elas são ótimas pra quem está querendo emagrecer porque evitam o acúmulo de gordura e combatem o colesterol. Além disso, também possuem propriedades antioxidantes e são ricas em vitaminas e nutrientes como magnésio e zinco.

snack-best-berry-03

Ah, só que tem aquela coisa, né? tudo em excesso faz mal: o ideal é comer no máximo 6 dessas frutinhas por dia, se não elas podem engordar.

Salgadinhos Orgânicos

Também tenho gostado muito desses salgadinhos orgânicos para comer entre as refeições. E os meus favoritos são da Best Berry, um serviço de assinatura que todo mês me envia uma caixinha com vários snacks, todos orgânicos (ou seja, sem corante, conservante, aromatizantes ou adoçantes artificiais) e quase sempre sem lactose e/ou glúten.

snack-best-berry-02

Eles já vêm separados em pequenos saquinhos com a quantidade exata que eu preciso pra matar a fome entre as refeições sem comprometer minha saúde. E não tem só sementes e frutinhas não – são mais de 20 opções diferentes de snacks pra escolher. Esse serviço custa a partir de R$79 por mês (pra 10 saquinhos) e, se você por na ponta do lápis o quanto você gasta comprando besteira, acaba saindo até mais barato! Vale muito a pena!

snack-best-berry-01

Barrinha de Cereal

Sabe aquela brincadeira de “barra de cereal sabor ‘ainda tô com fome’?” Eu era a primeira a fazer essa piadinha. Não conseguia entender como alguém podia matar a fome depois de comer uma delas. Só que eu aprendi que quando você está reeducando sua alimentação, seu organismo começa a se satisfazer com menos. No começo é difícil, mas depois você simplesmente se acostuma. As barrinhas de cereal valem a pena porque têm poucas calorias e são ricas em fibras.

snack-best-berry-06

Dica de ouro: Fique longe das barrinhas que tem muito xarope de glicose na composição porque são mais calóricas.

Torrada ou pão integral

Quando bate aquela fome que uma barra de cereal não vai chegar nem perto de resolver, eu acabo optando por torradinhas ou pão integral. Mesmo sendo carboidratos, os níveis são muito baixos e (obviamente dependendo da quantidade) não engordam. A torrada eu costumo comer pura mesmo, sem nada, mas o pão eu gosto de comer com uma fatia de queijo branco ou ricota temperada com azeite e orégano – fica uma delicia!!!

snack-best-berry-09

Dica de ouro:  Aquela torrada integral Lev Magic Toast da Marilan é minha favorita! No pacote que você compra vem 6 minipacotes, super práticos pra levar na bolsa. O melhor é que cada torradinha tem 13 calorias e é zero colesterol! AMO!

Iogurtes 

E não podia faltar os iogurtes! Eu costumo tomar lá no fim da tarde, umas 16h30 ou 17h, quando eu já tomei meu snack no meio da tarde, mas ainda falta um pouco pra jantar. Eu escolho sempre os lights porque tem menos gordura, açucares e, consequentemente, menos calorias.

snack-best-berry-07

Dica de ouro: Se você como eu também tem o intestino preguiçoso, aproveita essa hora pra tomar um Activia. Pra mim ele funciona MUITO!!!

Frutas

Claro que as boas e velhas frutas não podiam ficar de fora da minha dieta. Uma banana, maça, pêra, laranja ou kiwi entre as refeições são sempre bem-vindas! Pra mim, a mais prática é a banana porque eu consigo comer em qualquer lugar sem fazer sujeira ou lambança.

snack-best-berry-04

Dica de ouro: Também preste atenção na quantidade porque, diferente do que eu pensava antes, algumas frutas tem bastante açúcar e em excesso também podem engordar.

Por que comer entre as refeições?

Ainda tem muita gente que pensa que se ficar sem comer entre as refeições, vai emagrecer mais rápido. Isso é totalmente errado por vários motivos: quando você come a cada 2h30 ou 3h, você ajuda o seu metabolismo a acelerar, fazendo com que ele queime gordura ao invés de estocar. Quando você fica sem comer por muitas horas, além de atacar a comida e acabar comendo mais do que devia quando for almoçar ou jantar, seu organismo também fica mais lento. Ele passa a entender que precisa armazenar pra não ficar sem energia – é aí que você não emagrece. Entendeu?

Espero que esse post tenha incentivado vocês a terem uma rotina mais saudável no dia a dia. Aproveitem as dicas que eu dei e se tiverem dicas pra me dar também, deixem nos comentários! BEIJOS <3