TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Beleza
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Maquiagem
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Batom Líquido – Vizzela
Beleza
Batom Líquido – Vizzela
Lip Oil – RubyRose
Maquiagem
Lip Oil – RubyRose
Batom Power Bullet Matte – Huda
Beleza
Batom Power Bullet Matte – Huda
A SouSmile Funciona?!
Beleza
A SouSmile Funciona?!
Saúde

Cuidados com a ppk que ninguém te fala

em 14/07/2016 por Gleici Duarte

Eu já havia falado em um vídeo que nós aprendemos desde cedo a cuidar da aparência do nosso corpo. Aprendemos sobre depilação, curvas, peso, vaidade, cheiros, mas pouco sabemos realmente sobre o nosso corpo, e muito menos sobre cuidados com a nossa vulva (ppk).

Este é um post cheio de dicas para cuidar da sua ppk, vagina, região pubiana, queridinha e outros nomes que você pode batizar à vontade. As dicas que seguem eu me inspirei na Lua que Sente e também na minha formação acadêmica como farmacêutica.

Cuidados com a ppk

Vulva é a parte externa do genital feminino, e é lá que ficam os grandes e pequenos lábios. Nenhuma vulva é igual à outra. Vagina é a parte interna do genital, e ela tem um pH ácido, com cheiro e gosto ácido quando está saudável. Vagina tem um odor suave, simplesmente não existe vagina sem cheiro. E não precisa ter vergonha dos seus lábios, quase nenhuma mulher tem a vulva simétrica como nos materiais pornôs.

Dormir sem calcinha

Libera a ppk pra tomar um vento à noite! Durma sem calcinha e dê prioridade às calcinhas de algodão para aumentar a ventilação durante o dia. Excesso de uso de calcinhas apertadas e calça jeans podem contribuir para aumento de candidíase e odores oriundos de bactérias e fungos que crescem além do normal pela falta de ventilação.

Evite a depilação total

Toda mulher adulta tem pelos – nas pernas, axilas, região pubiana, algumas nos mamilos, barriga, rosto. Quem não tem pelo são crianças, tá? Aceitem o fato de que mulheres adultas têm pelos sim. É estranho pensar que pelo tem função, mas acredite, eles protegem com ação física e térmica sua região pubiana. Eles não são nojentos ou sujos, e não devem ser associados à falta de higiene.

Quando você depila, seja com cera ou lâmina, você machuca a sua pele porque a ação causa pequenas lesões e rachaduras na pele, deixando a região mais vulnerável a doenças e infecções. A falta total de pelos na região pode alterar a ação das suas bactérias protetoras, e também deixa a região com menos sensibilidade pela perda de informações dos folículos pilosos. As depilações a laser também podem causar perda de sensibilidade.

Pêlos retirados podem encravar e causar inflamações e até infecções na pele, deixando cicatrizes na região. Gata, isso não é normal, tá? Agredir sua pele desta forma não deve ser visto como algo higiênico ou aceitável.

Limpeza na medida

Sabonetes íntimos podem alterar o pH saudável da vagina, e também selecionar bactérias, deixando a região mais suscetível a infecções oportunistas. Limpe sua região pubiana com sabonete neutro, com bastante água. Esfregue o sabonete nas mãos até soltar espuma e massageie suavemente os lábios, ao redor do clitóris, e região anal por último. Não aplique sabão ou água dentro da sua vagina para não matar suas bactérias protetoras.

Lencinhos, perfumes e outros produtos para higiene podem deixar você vulnerável a infecções oportunistas, alergias e também fazem parte da cultura de não aceitação do nosso cheiro. Gata, não tô falando que você não deva higienizar sua ppk, só tô dizendo que uma ppk exalando cheiro de morango, chocolate, chiclete, QUALQUER COISA menos PEPEKA não é normal, tá?

Cheirinhos

Todas nós temos lubrificação vaginal, e ela muda de acordo com a etapa do ciclo (veja este post aqui). Esse corrimento quando saudável tem um cheiro ácido, sabe? Típico de ppk mesmo, e pode ser esbranquiçado, transparente e com algumas partes clarinhas mais gelatinosas quando estamos ovulando.

Corrimento anormal

Corrimento esverdeado e com cheiro forte indica problemas, e é ideal você procurar uma ginecologista para analisar o caso e receitar um tratamento.

Problemas que acontecem

Algumas de nós teremos candidíase alguma vez na vida. É um problema que acontece quando estamos estressadas, com a imunidade baixa, em tratamento com antibióticos, anticoncepcional e outros fatores. Basicamente, é uma coceira muito forte que forma grânulos com coloração alterada no corrimento e também pode deixar toda a vulva inchada e vermelha. Você deve também procurar uma ginecologista para fazer o tratamento com uma pomada e talvez um comprimido anti-fúngico.

Candidíase persistente pode indicar uma resistência do fungo associada com baixa imunidade e má alimentação. Diminua a ingestão de farinha branca e carboidratos e volte ao médico assim que possível. Algumas camisinhas (seja o material ou o lubrificante) podem causar coceira e candidíase. Mude de marca e fique atenta à falta de lubrificação durante o sexo. Fiz um post sobre métodos contraceptivos além do anticoncepcional aqui.

É normal…

Nosso clitóris aumenta de tamanho quando estamos excitadas, assim como toda vulva.

Não é normal…

Não é nada normal sentir dor durante o sexo. Se você não está confortável em uma posição, mude logo, ok?

Dica de vovó

FAÇA XIXI APÓS O SEXO em capsloka, assim você evita infecções urinárias por bactérias que entram na uretra durante o sexo. Ah, bom momento pra frisar que nós fazemos xixi pela uretra e não pela vagina, são dois canais separados.

Após o orgasmo, fica notório a mudança da textura da parede da vagina, ela fica mais áspera e a lubrificação diminui. Fique atenta à falta de lubrificação no sexo após o seu orgasmo para evitar que você se machuque pelo calor e fricção.

Não se esqueça de…

Trocar de absorvente ao menos 4 vezes por dia. Aquele sangue coagulado que fica quente e juntinho da sua pele é uma festa pra bactérias. Pra quem usa absorvente interno, tenha certeza de que ele está inserido totalmente para que você não faça xixi e entre urina dentro do seu canal vaginal. Eu particularmente acho absorvente, me dei muito bem com o coletor menstrual, pois ele não causa cheiro algum e também não absorve os fungos e bactérias que protegem a nossa vagina.

Ficou alguma dúvida?

Então vem comigo ver esse vídeo com mímicas e explicações mais detalhadas:

Pode perguntar se você quer saber de alguma coisa, tá?

Beijo!

Saúde

Verdades e mitos sobre alergia à maquiagem

em 05/04/2016 por Renata Stanquini

alergia-a-maquiagem

Quando eu descobri que tinha alergia à maquiagem muita coisa teve que mudar na minha vida. No começo chorei achando que ia ter que me livrar todos os produtos da minha coleção e que ia ter que começar a usar só aquelas maquiagens hipoalergênicas, mas depois de conversar com a minha dermatologista descobri que muito do que se fala por aí sobre isso não passam de mitos e que algumas verdades não são conversadas, deixando muita gente confusa e sem saber como lidar com isso.

Depois de estar mais informada sobre o assunto, tudo que eu precisei fazer foi aprender a observar o comportamento da minha pele e a cuidar dela com mais atenção. Com o tempo foi começando a ficar mais fácil prever quando alguma coisa ia me fazer mal e a evitar desperdícios comprando algo que eu não ia poder usar depois.

Pra você que acabou de descobrir que também sofre desse mal, aqui está uma lista de Verdades e Mitos sobre alergia a maquiagem que você precisa conhecer:

Sua alergia pode ser temporária

_verdade

Minha dermatologista me explicou que as vezes nossa pele reage a algumas substancias por um tempo curto e depois volta ao normal. Isso acontece bastante quando estamos estressadas ou com a imunidade baixa. É coisa natural do corpo… as vezes ele se estranha com alguma coisa só pela polêmica HEHEH (créditos Thaynara OG). Então não precisa se livrar de todas as suas maquiagens logo na primeira semana de reação alérgica, tá? Pode ser que dentro de algumas semanas sua pele volte a ser como antes como se nada tivesse acontecido…

Toda alergia é igualmente grave

_mito

Não caia na besteira de ficar dependendo do diagnostico de outra pessoa para tratar o seu problema… Tem gente que não pode nem passar um esmalte na unha que já fica toda pipocada, outras conseguem usar batom e rímel mesmo durante uma crise alérgica. Tudo depende somente do corpo e varia de pessoa pra pessoa. O conselho aqui é não se automedicar, nem ficar baseando seu grau de alergia com a experiencia de outra pessoa. Procure um médico, se observe e teste seus limites… Descubra por si só aquilo que te faz mais e aquilo que dá pra usar numa boa.

É só produto barato que dá alergia

_mito

Quando descobri que tinha alergia, não acreditei… “Como assim? Eu só uso bons produtos de marcas boas e, em sua maioria, importados. Como posso ter alergia disso?”… Só que depois de um tempo descobri que uma coisa não tem nada a ver com a outra…. Minha dermato disse as seguintes palavras: “Se você tiver alergia, até Lancôme vai te fazer mal”. Confesso que essa afirmação me deixou meio sem esperança HAHA

Você nunca mais vai poder usar maquiagem

_depende

Como eu disse, isso varia de pessoa pra pessoa. No meu caso, quando tive minha primeira reação alérgica, não conseguia nem me olhar no espelho. Fiquei com descamação, vermelhidão e coceira. Tive que ficar 40 dias sem passar nem máscara de cílios até que tudo voltasse ao normal… Tomei vários remédios e passava o dia inteiro melecada de pomadas. Achei que ficaria de novo desse jeito assim voltasse a usar maquiagem e que a unica solução pra mim seria ficar de cara lavada pra sempre. Felizmente, estava enganada… Depois dos 40 dias minha pele voltou ao normal e eu pude ir voltando AOS POUCOS a usar maquiagem. Só que foi assim: passava uma base e observava… se nada acontecesse, voltava a usar. Se minha pele reagisse, suspendia… depois de uns dias tentava de novo. E é assim até hoje…

Você precisa descobrir através de exames qual é o grau da sua alergia… E mesmo que seja muito grave, existem muitas marcas boas no mercado especiais para quem tem intolerância, como a Clinique e a Dermage.

Seus cuidados com a pele vão mudar

_verdade

Essa foi uma das mudanças que eu mais senti… Como minha pele ficou mais sensível e rebelde, cuidar melhor dela foi inevitável. Joguei fora todos os produtos que eu usava antes, principalmente os que tinham álcool na composição. Comprei demaquilante de pele sensível, virei consumidora numero 1° de produtos de bebês (serio gente, Jhonsons e Granado Baby é mara) e passei a usar água termal o tempo todo!

Dormir de maquiagem passou a não ser mais uma opção e até meu shampoo foi substituído por um shampoo dermatológico.

Se eu perco o ritmo e pulo um dia sequer esses cuidados, minha pele sente e começa a dar muito trabalho!

Sua coleção de maquiagem vai ficar mais seletiva

_verdade

Como eu já disse, você não vai precisar jogar fora todas as suas maquiagem e comprar coisas novas…. Só vai ter que adaptar a isso de um jeito diferente. Vai ter coisa que não vai ter problema usar de vez em quando… outras farão mal mesmo se você usa-las por 5 minutinhos. Percebendo isso, passe pra frente o que você sabe que não dá mesmo pra usar e selecione as coisas que você vai poder usar, desde que não seja todos os dias.

Por exemplo, eu sei que as sombras da Urban Decay descamam muito as minhas pálpebras… como essas são minhas sombras favoritas, acabei separando elas só pra festas e eventos especiais porque eu sei que se eu usar uma vez ou outra, não vai me fazer mal…

O lado bom de tudo isso é que você não vai mais sair gastando com maquiagem como antes… Você vai parar melhor pra pensar se vale a pena comprar algo que você não vai usar com tanta frequência. Também vai evitar comprar algo sem testar e vai se informar o máximo que puder de algum item que custe caro… Esse consumo consciente vai fazer muito bem a sua pele e ao seu bolso!

Conclusão

Nenhuma das coisas ditas aqui substitui a visita ao seu dermato. Você precisa ser acompanhada por um profissional que vai te ajudar a conviver com isso numa boa. E por mais que seja considerado um problema de saúde, você não tem motivos pra se desesperar… Isso é muito comum do que parece e podia ser muito pior…

Algo que eu aprendi depois de mais de um ano de diagnostico é que o bem-estar da sua pele depende mais de mim do que de qualquer outra coisa… É claro que tem coisas que ninguém pode controlar, mas os cuidados com a pele e a atenção com os produtos que fazem ou não mal, só depende da gente! Por isso, sem pânico! Tente ver tudo isso como uma oportunidade de aprender a ler seu corpo…. Tenho certeza que vocês vão se entender!

Se alguém quiser, posso fazer um post falando sobre os produtos que eu passei por causa da alergia. E se alguém tiver duvidas, pode deixar nos comentários que eu vou ficar feliz em ajudar! Comentem!