TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Beleza
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Maquiagem
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Batom Líquido – Vizzela
Beleza
Batom Líquido – Vizzela
Lip Oil – RubyRose
Maquiagem
Lip Oil – RubyRose
Batom Power Bullet Matte – Huda
Beleza
Batom Power Bullet Matte – Huda
A SouSmile Funciona?!
Beleza
A SouSmile Funciona?!
MaquiagemOs novos batons Ultramatte da AVON
Tv, Séries e LivrosThe Beatles Experience em São Paulo
livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário
Tv, Séries e Livros

Resenha: Como eu era antes de você (Jojo Moyes)

em 10/03/2016 por Gabriela Cubayachi

Já faz um tempo que li “Como eu era antes de você”, mas como teremos o filme ainda este ano, achei que seria legal resenhar o livro aqui pra vocês! \o/ Vamos lá?

Autora: JoJo Moyes | Editora: Intrínseca | Páginas: 318

Esta resenha NÃO tem spoilers!

02-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

O livro conta a história da Louisa Clark – mais conhecida como Lou -, que aos 26 anos, se vê desempregada, morando com os pais, sem perspectivas quanto ao futuro e em um relacionamento duvidoso. A única opção de trabalho que ela encontra na sua cidadezinha é como cuidadora de Will, um homem de 35 anos que, após um grave acidente, ficou tetraplégico. Como o salário é bom – já que a família de Will é rica e ninguém sabe lidar com ele -, Lou acaba aceitando. Para ela, trabalhar na casa dos Traynor é um enorme desafio. Primeiro, por ser um emprego diferente de qualquer outro que ela já teve, mas principalmente porque Will é uma pessoa muito difícil: hostil, mau humorado, sarcástico e amargo.

03-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Quando li a sinopse desse livro, pensei que seria um enredo bem clichê: ele odeia a vida, os dois se conhecem, se apaixonam e ele muda completamente. Mas é bem mais complexo do que isso! O livro traz assuntos como depressão, abuso, relacionamentos familiares, entre outros. E o que eu mais gostei é que a Jojo conseguiu explorar bem as personalidades opostas do Will e da Lou: de um lado, um homem que sempre amou viver e se aventurar e de repente precisa viver confinado em uma cadeira de rodas, dependendo dos outros. Do outro lado, uma mulher jovem e saudável, mas que é acomodada com a vida que leva, não tem ambições e não sabe como aproveitar a vida.

04-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Eu tenho uma relação de amor e ódio com esse livro! Não quero entrar em detalhes para que não tenha spoilers, mas o que eu posso dizer é que eu fiquei bem triste com o rumo que a Jojo resolveu dar ao enredo. Não por “não gostar” do final ou querer que fosse diferente, porque eu amo livros reais e que nos ensinam alguma coisa, mas porque senti que esse livro poderia ser uma grande inspiração para pessoas que infelizmente precisam lidar com situações parecidas e, em vez disso, ele reforçou algumas ideias não tão inspiradoras ou esperançosas assim. Senti que ela poderia ter usado a influência dela como formadora de opinião de uma forma diferente, como vejo com tantos livros incríveis que também tratam de depressão e abuso, independentemente do final deles.

05-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Mesmo assim, esse é um livro que eu realmente me envolvi. Eu amei a escrita da Jojo e amei o enredo em si (com excessão de algumas coisinhas, como comentei). É uma leitura leve e que flui muito bem! A Lou é uma protagonista verdadeira, engraçada e fácil de amar. O Will é aquele personagem que a gente quer desvendar e entender cada vez mais, o que torna difícil deixar o livro de lado.

06-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Não sei se vocês chegaram a ver o trailer do filme, mas fiquei muito animada com ele! As poucas cenas que aparecem são praticamente idênticas ao que eu tinha imaginado! Estou bem curiosa pra assistir, principalmente porque adoro a Emilia e o Sam, os atores que interpretam a Lou e o Will! :D

07-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Ainda não li a continuação – que chama “Depois de Você” -, mas farei isso em breve e vou resenhar lá no meu blog, então é só ficarem de olho! <3

08-livro-como-eu-era-antes-de-você-jojo-moyes-intrinseca-resenha-blog-literário

Vocês já leram ou tem vontade de ler esse livro? <3

Gostou desse post?
Cadastre-se e receba todas as nossas dicas, artigos e tutoriais por email!
Conversa com a gente
  1. Avatar
    Marina
    13/04/2017 às 13:14

    Olá Gabi e Karen! Resisti bem em ler esse livro, porque ouvi várias pessoas falando que decepcionaram com o final, que era bem triste… Bom, cada um tem o direito de gostar ou não gostar e emitir sua opinião sobre o final, mas concordo com você. Em geral a sociedade muitas vezes não enxerga pessoas que vivem em situações semelhantes ao personagem Will, e quando finalmente é escrito um romance lindo com essa experiencia, o final não é nada motivador. Também acredito que se a autora tem a chance de alcançar tanta gente, deveria aproveitar para acrescentar algo bom na vida dessas pessoas. Acabei lendo o livro, e criando o final que quero guardar para essa história tão linda! E se me permite, vou compartilhar com vcs! Abraços!

  2. Avatar
    Ana Luz
    22/03/2016 às 10:16

    Eu amei esse livro, e amei o final. É difícil comentar sem dar spoiler, mas acho que a ideia aí é aceitar que amar é deixar as pessoas livres com suas escolhas. Esse foi meu entendimento, ao menos. Já o segundo livro pra mim foi decepcionante, achei totalmente desnecessário, odiei a história. Parece que a autora se empolgou com o sucesso do primeiro e quis continuar faturando, acabou escrevendo uma história chata e, como já disse, desnecessária.

    • Edit• Reply•Share ›

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:53

      Oi Ana! Realmente. Se quiser, leia o comentário que escrevi pra Cau aqui, onde desenvolvi mais minha opinião sobre o final! :D Não li o segundo ainda, mas estou bem curiosa.

  3. Avatar
    Ana Luz
    22/03/2016 às 10:16

    Eu amei esse livro, e amei o final. É difícil comentar sem dar spoiler, mas acho que a ideia aí é aceitar a ideia de que amar é deixar as pessoas livres com suas escolhas. Esse foi meu entendimento, ao menos. Já o segundo livro pra mim foi decepcionante, achei totalmente desnecessário, odiei a história. Parece que a autora se empolgou com o sucesso do primeiro e quis continuar faturando, acabou escrevendo uma história chata e, como já disse desnecessária.

  4. Avatar
    Cauana Fernandes da Costa
    15/03/2016 às 13:23

    Oi Karen!

    Li esse livro a muito tempo, quanto ainda era livreira e ainda não estava em destaque e desde então ele é um dos meus favoritos.
    A Jojo tem mesmo essa mania de puxar a sardinha dos livros dela mais para realidade que para a fantasia do “felizes para sempre”, mas não odeie o livro Karen, poxa, ele é tão maravilhoso! kkkk

    Tenho uma opinião ligeiramente diferente da sua quanto à responsabilidade da Jojo enquanto comunicadora e disseminadora de idéias. É obvio que se todos que tivessem essa capacidade a usassem em prol do bem e do respeito talvez o mundo fosse bem melhor, mas não é responsabilidade da Jojo que as pessoas tenham liberdade de expressar e fazer o que bem entendem, o que as faça felizes ou satisfeitas, pois ela está usando de licença poética para escrever o livro. Quantos outros autores não usam essa mesma liberdade para criar coisas incríveis como o George Lucas escrevendo o roteiro em que o Luke perde a mão por um golpe do próprio pai? Será que estou me fazendo clara? Sei lá… Só queria compartilhar essa ideia contigo, de que existem sim as obras que falarão sobre o que realmente acontece e aquelas que darão uma luz no fim do túnel, e uma obra não desmerece a outra e que o livro não perde o encanto por não dar o final que gostaríamos de ver.

    Ah, sei lá… kkkkkkkkkkkkkk
    Espero que entenda que só quero levantar o debate para uma conversa construtiva e não criticar sua opinião.

    Amo o conteúdo que você nos prepara com carinho e só desejo mais crescimento à você.

    De uma entre tantas fãs…
    Att,
    Cau

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:51

      Oi Cau!
      Na verdade o post foi escrito por mim, não pela Ka, hehe!

      Como comentei no post, também amo livros mais “reais” e que não necessariamente tenham um final feliz ou um final que eu queira. Acho que posso falar com spoilers aqui nos comentários, né? [SPOILEEEEERS!] :P O meu problema não foi tanto a morte do Will ou a escolha dele, porque, afinal, é um direito dele! Acho que foi mais com o rumo da história mesmo, como ela trabalhou o livro todo para a superação do Will, o tratamento da depressão dele, o apoio incondicional e relacionamento com a família, o novo amor com a Lou e a visão de que ele ainda podia fazer muita coisa mesmo paraplégico… Todas essas “realizações” para, no fim, ele ainda escolher morrer. Inclusive, existe uma discussão sobre o próprio título em inglês ser ambiguo. “Me Before You”, “Eu antes de você”, isto é, o Will se colocando em primeiro lugar. Antes da Lou, da família e dos amigos. De novo, é um direito dele e quem somos nós pra julgar, não é? Mas penso que teria sido uma história mais bonita se ela trouxesse um pouquinho mais de esperança, ou uma luz diferente pra quem sofre como o Will sofria ou tem alguém que também tem depressão ou deficiência ver que existe uma saída. Discuti esse livro com várias pessoas e a maioria disse que saiu com a impressão de que “mesmo sendo amado pela família, pelos amigos, tendo condições de se tratar, de viajar, de ter cuidadores e ainda estando apaixonado, não vale a pena viver.” Concordo com você de que não é obrigação da autora, inclusive sempre ressalto que existem livros para nos entreter e livros para nos ensinar alguma coisa (e um não desmerece o outro), mas meu ponto é que esse livro, na minha opinião, tinha um potencial ENORME pra nos ensinar muito!

      Ufa, falei demais, hehe! <3

  5. Avatar
    Franci Pacheco
    11/03/2016 às 13:23

    eu estou MORRENDO de vontade de ler esse livro, tenho certeza que irei chorar muuuito

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:36

      Pre-pa-ra o lencinho, Franci! :P

  6. Avatar
    Jéssica Fernanda Silva
    11/03/2016 às 09:17

    Esse livro é simplesmente DEMAAAAIS, AMEI muito e chorei ao ver o trailer SUHAHUSHAUHS E a continuação é mtu boa também, vale a pena a leitura. :D

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:36

      Fiquei super empolgada quando vi o trailer, Jéssica! Até animei pra ler o segundo livro, hehe!

  7. Avatar
    Tatiane Nascimento
    10/03/2016 às 19:24

    Me interessei por esse livro…

  8. Avatar
    Zilandra Batista Rodrigues
    10/03/2016 às 14:35

    Claro que me interessei por esse livro
    bjsss

  9. Avatar
    Bianca Santos
    10/03/2016 às 14:09

    Foi exatamente isso, Gabi! Quando assisti o trailer automaticamente me super interessei pela história, também por causa dos atores. Agora tô curiosa pra ler o livro!
    https://blogbdebia.blogspot.com
    Tá rolando sorteio no blog, livro #girlboss: http://bit.ly/21ZaEJX ?

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:35

      Siiim, amor demais por esses atores, né Bia?
      Leia sim! É ótimo! <3

  10. Avatar
    10/03/2016 às 10:26

    Ka, eu quero muuito ver o filme. O livro eu também estou com vontade, mas tenho tantos para ler. Estou naquela dúvida se compro ou não. Mas compraria em inglês para praticar haha

    Beijos, http://loveiscolorful.com/

    • Avatar
      23/03/2016 às 15:35

      Oi Barbara! Obrigada pelo comentário! <3
      O livro é ótimo, viu? E pelo jeito o filme está super fiel! Também quero muito assistir!

  11. Avatar
    Mariana
    10/03/2016 às 09:54

    Intouchables…