Paletas multifuncionais favoritas!
Maquiagem
Paletas multifuncionais favoritas!
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Maquiagem
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Maquiagem
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Dupes nacionais de makes gringas!
Beleza
Dupes nacionais de makes gringas!
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Beleza
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Maquiagem
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
BelezaTatuagens Para Cutículas
MaquiagemOs meus 5 produtos que são Loosho
Off

Chega de Fiu Fiu

em 12/09/2013 por Karen Bachini

chega de fiu fiu assédio sexual (1)

Quem nunca estava andando na rua e foi cantada. Ouviu um “Oh lá em casa“, “Gostosa“, alguma outra frase do tipo ou mesmo um fiu-fiu.

Muitas vezes a gente acaba levando na brincadeira ou ignorando. Mas você já parou para pensar que isso é uma baita falta de respeito? Não só nas ruas mas no seu trabalho, em locais públicos, na sua faculdade, mas até em baladas. E não estou falando de um cara chegar e conversar com você demonstrando o interesse, porque isso é super normal e a alguns caras sabem fazer isso de uma maneira respeitosa. Estou falando daquele jeito em que o sujeito te despe com os olhos desrespeitosamente, como se você fosse alguma propriedade dele, e te diz ou faz algo bem publicamente de um jeito que te deixa super constrangida. Aí sim constitui o assédio e falta de respeito.

E não estou falando aqui só de “cantadas de pedreiros” não, porque condição social não tem nada a ver com a falta de respeito.

chega de fiu fiu assédio sexual (2)

O blog thinkolga.com fez uma pesquisa envolvendo quase 8.000 leitores e o resultado foi assustador, olha só. Você também pode participar da campanha comentando nos posts, mas a pesquisa já foi finalizada.

O pior de tudo é que a pesquisa revela que 85% das pessoas que responderam já foram assediadas mais do que verbalmente, fisicamente.

Eu li vários comentários de homens se defendendo, apesar de ter certeza que esse tipo de desrespeito não acontece só com mulheres, aliás afirmar que só as mulheres sofrem assédio desrespeitoso seria muito errado.

Li inclusive um comentário onde uma pessoa dizia que isso era uma coisa cultural, mas vocês não concordam comigo que educação deveria ser uma coisa cultural? Não a falta de? Eu pelo menos não queria ser conhecida por morar em um país onde as pessoas não tem educação nas ruas.

Eu acho que cada um, independente do sexo ou da sua orientação sexual, tem o direito de sair na ruas vestido do jeito que quiser, se sentindo maravilhoso consigo mesmo, sem ficar com medo de ser puxado pelo braço por algum malandro, ou ter que ouvir alguém gritar algo desrespeitoso.

E você, o que acha do assunto? Acha que as vezes é bom ouvir um elogio/cantada? Acha que não tem nada de errado com o assunto? Acha que se for feito de forma respeitosa pode? Ou acha que os homens e mulheres deveriam ter mais respeito na hora de se aproximar dos outros?

Gostou desse post?
Cadastre-se e receba todas as nossas dicas, artigos e tutoriais por email!
Conversa com a gente
  1. Isabela
    13/12/2014 às 02:54

    Oi Karen! Você falou em um video que usou hormônios para o crescimento dos seios. Você lembra o nome? Gostaria de perguntar para minha médica se posso usá-lo. Obrigada

    • 15/12/2014 às 11:59

      Bom eu nunca usei hormônios para crescer os seios, se você entendeu isso aconselho que você reveja o vídeo que você deve ter interpretado algo errado.

  2. Andrea
    20/09/2013 às 13:49

    Acho que existe uma diferença entre elogio e cantada, pelo menos pra nós mulheres, mas acho que os homens não entendem isso, chamar de gostosa e falar outras coisas bem piores é muito desagradável e deixa muitas mulheres constrangidas e com sensação de desconforto. Claro que existem que se vestem com essa intenção, mas são pessoas influenciadas por uma cultura totalmente errada de que precisa chamar atenção de uma forma diferente pra conquistar alguém.

  3. Jéssika Caxeta
    18/09/2013 às 19:46

    Legal você postar isso aqui no blog, Kah.
    Eu vi essa pesquisa no facebook e tinha compartilhado.

    Moro em Goiânia, em um dos estados onde as mulheres mais sofrem assédio e violência no Brasil, e já tenho minha rotina toda preparada e limitada por conta dessa cultura. NUNCA saio na rua sem fones de ouvido e com uma roupa mais discreta, então assim posso ficar um pouco em paz em não ouvir esses assédios.

    Felizmente fizeram essa pesquisa para mostrar aos ignorantes de empatia e de inteligência emocional que o machismo existe sim, e que as mulheres sentem nojo e tem medo de andar nas ruas no dia a dia SIM. E infelizmente essa pesquisa existe, porque seria melhor se não fosse necessário ela existir, não é mesmo?

    Por isso, quando digo que quero morar fora do país, é pensando no meu bem estar, na minha qualidade de vida. As duas vezes que tive a oportunidade de ir aos EUA não fui assediada, fiquei admirada! Me senti livre, aliviada. Ouvi dizer que lá, se algum homem te assediar, você pode chamar a polícia, o que nem é preciso pelo que vi.

    Beijos Kah, que você e todas nós mulheres possamos ter um dia em que não sentimos medo por simplesmente existir nesse país machista e sem respeito.

    • 20/09/2013 às 17:35

      Beijos flor! Espero anciosamente este dia!!! =DD

      • Adriano
        27/09/2013 às 16:26

        Kah, peço licença para expressar meu ponto de vista masculino nesse”universo feminino”, lembrando que não sou o dono da verdade nem quero defender/ofender a ou b.
        Tenho 45 anos, sou casado e tenho uma filha de 23.
        Cheguei ao seu blog depois de ler uma matéria no Jornal do Trem, me chamou a atenção , Chega de Fiu Fiu.
        Tal matéria dá como criadora da campanha na internet a jornalista Juliana Faria.
        Li vários depoimentos no blog e veja bem, acho que nada justifica o estupro, qualquer tipo de agressão à mulher, ou assédio físico/ moral.Já tive uma namorada que foi estuprada e sei que não tem nada pior na vida de uma mulher e consequente sofrimento do companheiro também…na época, cassei o tarado e queria matá-lo, infelizmente não o encontrei mesmo com minha rondas de madrugada pela região.
        Acho no entanto que(não generalizandos ambos os sexos)…as mulheres provocam a libido masculina, não se valorizam e usam roupas inadequadas em lugares e situações inadequadas…por outro lado, o homem é safado “por natureza” ,,é biológico ..geralmente se excita somente olhando…o homem é mais visual realmente(confirme com um psicólogo)…e talvez “incentivado” pelo lado “cultural do povo….basta ele olhar, se excitar e desejar..é pior que animal irracional…pois em outros paises como a Espanha por ex, tenho uma amiga que morou lá por 5 anos que me disse que os homens não mexem e não olham!! as mulheres andam com roupas hiper curtas e todos acham normal….(também é uma cultura em que há topless livremente em todas as praias..)

        Vi aqui no blog, mulheres falando que não podem usar shortinho no calor, saia curta que os homens olham como se estivem despindo-as, etc….

        Agora eu pergunto, mas precisa causar?/!! chamar a atenção como roupas vestidos que vai andando e subindo até aparecer a polpa das nádegas e a calcinha.,..(qdo usam)??!!! ..e muitas vezes no frio?? com que intenção??!!! ..e não querem que mexam ou façam fiu fiu ??

        Estamos no Brasil , querem mudar os costumes(não afimando se são certos ou errados)…os gostos, fantasias e jeito do homem(babaca) brasileiro ?? Essa raça foi mal moldada desde qdo os Porturgues chegavam aqui e estupravam as índias(canalhas animais portugueses) ..então essa safadeza brasileira já veio dos europeus !!!

        Muitas e muitas mulheres não se dão ao respeito e querem ser respeitadas??!!! Eu nunca mexi, fiz viu viu…mas tem hora que é impossível não ver ..não notar…porque elas parecem fazer questão de se exibir..se insinuar…para se sentir bonitas é necessário se vulgarizar?? A mulher brasileira não precisa de roupas chamativas para estar bem…pode estar bonita , elegante e descentemente vestida..sem transparências, decotes até o umbigo e micro saias mostrando tudo…!!!

        Infelizmente hoje em dia (e de uns anos para cá)..a mulher vem buscando igualdade e buscando realmente se igualar, mas pelo lado negativo…sendo tão safadas(e muitas vezes mais) qto os homens….(VEJAM BEM , NÃO GENERALIZANDO)

        Não que eu ache bonito ou correto…muitos homens saem com uma com outra..ficam aqui e ali…..e as mulheres se sentem no direito de dar o troco e fazer o mesmo…em muitas baladas já vão sem calcinha, trasam com todos que ficam..começa a namorar hoje, amanhã já está amando e transando com o cara… e assim com o outro, o outro e o outro…vai ficando e transando com todo mundo..isso na minha epoca era galinhagem..hoje em dia é liberdade sexual feminina..tudo normal…

        Tem garotas de programa(e nada contra pq cada um faz da sua vida o que bem entender) …mas tem garota de program que não se veste tão vulgar como vejo diariamente nas ruas..muitas meninas indo e vindo de vários lugares , serviço, shopping, faculdade..etc) …

        Eu e minha esposa, desde muito cedo, educamos nossa filha para que se valorizasse, não usasse roupas inadequadas, chamativas..e ela é jovem..as vezes quer sair mais provocante para se sentir mais bonita, sei lá…..ai gera um pouco de conflito..mas fazemos o possível, damos liberdade, mas ficamos de olho …

        Já tem pais,,que desde antigamnte…já achavam bonitinhas as crianças dançado na boquinha da garrafa..agora o funk, etc…onde desde muito cedo já sexualiza as meninas…e depois qdo crescem e usam roupas minúsculas e dançam funk ou outra coisa de forma extremamente vulgar, eles vão reclamar como??

        Vc e todas as mulheres acham normal ir trablahar, lidando com o público..ou até mesmo interno..num escritório com micro-saia, calça leg branca transparente e decotes no umbigo?? Eu adoro ver!!! Mas não posso dizer que são roupas adequadas!!! há lugares e lugares…A mulher acha que pode tudo(e cada um cada um)…deve usar a roupa da forma que desejar..mas será que deve???

        Hoje em dia(e já há algum tempo)..os programs da TV(Pânico(bosta) na TV)….BigBrother, Fazenda, TEste de Fidelidade..e outras porcaria da TV aberta do Brasil..exploram a sensualidade e o que o brasileiro geralmente gosta..o bumbum femino..mas há uma exploração porque muitas mulheres se deixam ser exploradas..em busca de fama e grana..e a TV idem por audiência e ibope, pois sabe exatewmtne que brasileiro homem é besta!!

        Nas novelas, qdo há uma cena de “amor” entre um casal…precisa mostrar partes de ambos nuas?? Vi videos de cinema brasileiro onde atrizes famosas, fizeram cenas completamente nuas, frontais, laterais de costas..com o ator..onde há beijo real…e cenas onde transam..só falta o sexo explicito…realmente teria necessidade disso?? Se os diretores sugerem e as atrizes aceitam porque dizem que é profissional!!…há quem queira ver !!!! Não consigo achar isso normal,,..posso até ser careta como se diz…mas não consigo aceitar que um atriz tenha que se despir diante de váriass pessoas. vários filmes, novelas etc….

        Tem pais que nem vêm qdos as filhas saem ou chegam da balada…meninas de 14, 15, 16 anos(nessa faixa) com roupas inacreditáveis de se aceitar qque os pais viram que elas sairam daquele jeito!!! pior..já vi a mãe com uma filha com um vestido que ia subindo até aparecer a poupa !!!!

        É realmente normal isso??!!! Éclaro se for uma cidade onde há praias( e já ouvi dizer isso) em Santos por ex. a mulherada anda bem a vontade e os homens não ligam muito !!! não sei se é verdade…talvez no Rio também seja assim….

        muitas vezes até minha esposa fala, nossa nem tem como não ver!!! ou seja as proprias mulures reconehcem que muitas outras se vestem inadequadamente !!!!

        É como disse e minha esposa também fala..as mulheres têm que se dar ao respeito!!! para depois exigir e conquistar o respeito dos outros..a postura na vida é o que determina se uma mulher será respeitada ou não!!!

        Se um cara , tarado, que pode ser doente ou safado..ou ambos…vir uma menina sozinha, à noite, numa rua sem movimento escura com micro vestido..ele não vai pensar duas vezes..ela vai pegar a menina!!! Se ela estivesse vestida de forma menos chamativa…talvez as chances de não ser seja menor…esse é um caso hipotético…um exemplo apenas..de quando se fala que a mulher a mulher provoca…Vejmm bem não estou defendendo..independente de qualquer coisa acho que estuprador deve ser capado ou morto!!! Ma é nesse sentido…gente , não há necessidade de se andar tão chamativa!!! para quê??!! Na cabeça dos homens..uma mulher que anda se mostrando, chamativa é uma possível safada…e não é isso, eu sei…pois muitas vezes uma mulher coberta dos pés a cabeça é mais sem vergonha do que uma que anda bem a vontade!!! mas é o que se pensa!!! Está fazendo propaganda do corpo..quer alguma coisa!!!

        Eu mesmo, as vezes fico com raiva de muitas mulheres, pois me sinto provocado…estou fazendo tratamento com psicóloga e pisiquiatra para tratar esse lado da libido…procuro fugir de conduçõs cheias justamente para não ser “tentado” a fazer algo…e mesmo eu fugindo..muitas vezes vejo mulheres tão “provocantes” de uma forma que eu acho que não precisa…nem deveria!!!

        Pegar trem ou metrô superlotados com micro saias, shortinhos com a polpa pra fora…calça mais justa do que Deus!!! ..elas esperam o quê???..

        Eu sei…elas se vestem assim não é para os homens desejá-las…mas tem muitas que sim..adoram se sentir desejadas e exageram na forma de vestir!!!

        Então acho isso(posso estar errado é claro)..as mulheres se submetem a vulgarização de sua imagem na TV, nas revistas, quer por necessidade, quer por fama, dinheiro, etc…mas com isso não se valorizam nenhum pouco…se deixam explorar….Se há mulheres (e na grande maioria) sérias, de família, descentes, também há aquelas vadias, safadas e cahorras/poderosas que movimentam um mercado vulgar, de sexo, de degradação da familia, etc….

        Como disse, não acho que devam mexer xingar, desrespeitar..mas um fio fio??!!! que mal tem!!???..então porque saem causando!!?? se não querem ouvir nada??!! Se respeitem!!! Muitas vezes certas roupas também é uma falta de respeito à outras pessoas, ao ambiente, etc.

        Vi aqui também que mulheres dizem que se arrumam para elas…então fiquem dentro de casa..precisa mostrar tudo??!! será que andam com o espelho se olhando!!?? Não…no meu ponto de vista…muitas se arruma para outras mulheres..(para serem mais bonitas, chamarem mais atenção) ..e também para os homens olharem!!! Chega de demagogia e hipocrisia..falso moralismo!!!

        Mulheres, se valorizem mais!!! Nao queiram ser iguais aos homens pelo lado de safadeza!!! Não precisam de ropupas chamativas para serem lindas!!! Não precisam provar nada para ninguem pois são tanto quanto, ou mais capazes do que os homens!!!

        Muitos homens também se sentem o máximo, acham bonito sairem com as namoradas com micro vestidos, etc…..soube de um fato próximo á mim..irmã de uma amiga na época..que foi violentada em cima do namorado !!! (Repito pra mim estuprador deve morrer ou ser capado) ..mas as mulheres também têm que ajudar não usando roupas inadequadas para momentos inadequados….A mulher deve ser respeitada e amada, não usada e explorada!! Mas façam por onde…se dêm ao respeito e nãos e deixem explorar…gritem e lutem por seus direitos, mas tenham consciência de que muitas vezes a forma como se vestem atiçam os homens!!! Isso é animalesco..irracional!!??? é…..mas o que fazer para mudar o fato de uma mulher andar dando ênfase ao seus atributos físicos e o homem desejá-la??!!!

        • 30/09/2013 às 12:00

          Legal sua opinião, esperava por um comentário masculino para saber o que vocês, homens, pensam sobre o assunto. Valeu mesmo saber! ;)

  4. R.
    17/09/2013 às 22:31

    O problema é que não só homens, mas muitas mulheres não veem problema nisso! Até gostam! Se for só por palavras é mais fácil ignorar, mas o ruim é quando resolver tocar, passar a mão. E isso é uma cultura do Brasil mesmo, mas nem tudo que é “cultura” é bom! É uma cultura que tem que acabar!

  5. Sabrina
    15/09/2013 às 16:48

    Nossa essa post apareceu na hora certa, pois ultimamente, depois que eu arrumei um emprego longe da minha casa, e tenho que caminhar muito na rua, andei recebendo muitas cantadas. Não há um dia em que não mexam comigo, e pra falar a verdade, eu nem saio bem arrumada pra trabalhar. Eu me sinto tão mal com as cantadas que até estou indo trabalhar “mal arrumada”. Não solto mais meus cabelos, não uso blusa sem manga e nem acessórios. É todo dia baby look larga, calça jeans e tênis. Acredito que isso sim é falta de respeito, e na maioria das vezes, quem “mexe” com homens e mulheres são pessoas sem cultura, pois comigo acontece geralmente em CENTRÕES, e/ou bairros periféricos. Pelo menos comigo ocorre dessa maneira. Beijos

    • 17/09/2013 às 15:14

      Obrigada pela opinião, beijos sua linda, e vamos a espera do fim deste movimento!!! ^^

  6. Laura Couto
    15/09/2013 às 15:20

    É horrível, me sinto suja, e como se a culpa fosse minha.. Essa cultura de que a mulher é um objeto de admiração dos homens é deprimente e triste. Fico muito feliz em ver esse tipo de post no seu blog já que é a blogueira que mais me identifico e gosto, acho legal abordar esse tipo de tema relacionado a mulher.

  7. Airama
    15/09/2013 às 15:03

    A nome disso é Violência Simbólica baseada num grau bem grande de machismo que é mascarado pela sociedade com nome de “cantada”, o nome verdadeiro é ABUSO, MACHISMO, VIOLÊNCIA. Vivemos num sistema paternalista, onde os homens se sentem no direito de posse das mulheres, como se elas fossem um objeto, uma coisa… historicamente é como se ainda não tivéssemos direito a nada, como se as lutas feministas não tivessem acontecido. Concordar com esse abuso é retroceder. Nada dá direito a um homem de julgar, “elogiar”, xingar ou coisa parecida, uma mulher que passa na rua, pq ela vestiu um short mais curto ou uma blusa mais decotada, foi escolha dela e homem nenhum tem nada com isso. Achei o post importantíssimo, é ótimo haver esse tipo de discussão no meio feminino, pois muitas mulheres por falta de conhecimento/informação naturalizam esse tipo de atitude.

    • 17/09/2013 às 15:16

      SUPER APOIADO!!!!!! o//

  8. Giulia
    15/09/2013 às 14:43

    Eu odeio ficar recebendo cantada na rua. Mas essa parte de se vestir como quiser: aquelas que se vestem com shortinho minúsculo, decotão e barriga pra fora não adianta reclamar que levou assédio. Como dizem no esquadrão da moda “você se veste, do jeito como quer ser tratada”

  9. 15/09/2013 às 14:36

    Oi Ka! Esse é um dos seus melhores posts, é bom saber que muita gente também se sente incomodada com esse tipo de desrespeito da sociedade. Meu cabelo é platinado e bem chamativo, pessoas já disseram muitas vezes que a culpa era minha de sofrer esse tipo de abuso, mas discordo, acho que temos que ser nós mesmo e as pessoas devem nos respeitar. Também acontece o famoso ”olha o tamanho desse shorts” e acabamos evitando sair vestidas como gostamos em certos lugares por conta desse assedio desnecessário.

    • 17/09/2013 às 14:56

      Obrigada, que bom que gostou do post! ;)

  10. Bruna
    15/09/2013 às 14:24

    Ridículo e desrespeitoso!Mas é mesmo uma questão cultural (infelizmente). Vivemos em um país de cultura patriarcal e androcêntrica, onde essa desvalorização do ser humano (principalmente do sexo feminino) sendo tratado como objeto é constante. Somos educados assim, a escola é talvez a principal culpada disso e enquanto não haver mudança em relação a isso na educação, dificilmente a sociedade vai mudar. Concordo plenamente contigo, “chega de fiu-fiu”, e parabéns pela iniciativa! Beijos!

    • 17/09/2013 às 14:56

      Obrigada, beijos amore! :)

  11. 15/09/2013 às 14:22

    Uma vez quando eu era adolescente, tava até voltando do colégio,um cara passou por mim e me chamou de gostosa no ouvido fiquei com tanta raiva que acabei mostrando o dedo do meio pra ele!Sei que não deveria ter feito isso mas na hora da raiva nem pensei e olha que uniforme escolar é sempre decente comportado esconde o corpo todo! Mas também aquele cara aprendeu! Depois daquele dia ele nunca mais falou nada pra mim! Homem que fala coisas com desrespeito para as mulheres provam que não teve educação!

    • 17/09/2013 às 14:58

      É difícil até acertar na reação não é mesmo? CHEGA DE FIUFIU PELO AMOR!!!!

  12. Gabriela Venciguera
    15/09/2013 às 14:20

    Concordo com q vc disse. Mas tem que ver q tem mulher q gosta desse tipo de ‘cantada’. Tem mulheres q ja usam um certo tipo de roupa pra chamar a atençao ai depois vem nas redes socias falando q ninguem respeita ela. ai ve… olha a roupa q usa e depois quer respeito. Eu ja vi muitas dessas situações. ta certo q cada um se veste como quer.. tem a sua liberdade. Mas que pede pra ser provoca.. pede.

  13. Lara
    15/09/2013 às 14:12

    Kah, não deixe de ler esse post no “papo de homem”.. é exatamente essa discussão (inclusive com muitas opiniões masculinas)
    http://papodehomem.com.br/como-se-sente-uma-mulher/
    beijos!

  14. 15/09/2013 às 01:15

    <33333333333333333 ameeeeeeeeei, chega de fiufiu é ótimo xDDD

    • 17/09/2013 às 14:47

      Seria ótimo!!! ahhahahaaahh…

  15. Cecília
    14/09/2013 às 23:27

    É tão horrível e constrangedor ter de escutar esse tipo de cantadas. Eu deixei de ir na academia que era pertinho da minha casa e que podia ir caminhando porque tinha medo das cantadas. Pode parecer bobagem, mas eu morro de medo de andar sozinha até hoje. O pior que já me aconteceu foi saindo da faculdade e um homem passar por mim cochichando no meu ouvido. Me dá um nojo enorme isso. E não bastasse isso, quando eu continuei caminhando ignorando, ele começou a gritar para todo mundo na rua e no restaurante ali perto o que faria com meu corpo. Eu sinto vontade de chorar nessas situações. Acho que devia haver punições para isso, porque é um desrespeito enorme. Nem estando com amigos ou namorado esses panacas respeitam a gente.

    • 17/09/2013 às 14:51

      Deveria haver um tipo de multa!!! ;))

  16. 14/09/2013 às 14:55

    Acho que um elogio e bom sim, mais de forma respeitosa com certeza!

    • 17/09/2013 às 14:41

      Mas mesmo vindo de um estranho ?! =S

  17. Franci Pacheco
    14/09/2013 às 13:51

    Com certeza acho super falta de respeito, também concordo que devemos sair do jeito que queremos, sem pensar que podemos levar uma cantada ¬¬ Não acho que seja bom ouvir elogio de gente estranha, é até constrangedor, e é fato que deveria existir mais respeito!

  18. karoll
    14/09/2013 às 11:04

    Kah vou dizer aquela velha história rs
    Acompanho o seu blog há pelo menos um ano (mas nunca comentei pq morria de medo de me aventurar no mundo da maquiagem) mas de uns meses pra cá tomei coragem e estou começando a me iniciar nesse mundo (o culpado foi o bbcream rs)

    Estou comentando aqui pq tenho a famosa “bunda brasileira” além de pernas muito grossas. Olha isso acontece demais e não só nos comentários mas naqueles olhares que como vc disse, te despem toda. E te digo, é em qualquer classe social. No local onde trabalho então.. (e olha q trabalho num lugar dito respeitável) é o tempo inteiro… tem horas que me dá vontade de não sair de casa sério mesmo.
    Nunca passei por algo “mais grave” pq não saio muito (sou mais “nerd” rs prefiro ficar em casa jogando ou lendo alguma coisa a sair) mas mesmo assim, por onde vou, ouço comentários, risos e os olhares de “estou te comendo” e fora que não sou bonita assim, sou normal.
    Em qualquer lugar que você vá vai ser assim e infelizmente isso é sim cultural, vivemos em uma sociedade onde ambos mulheres e homens são machistas e isso está longe de mudar.
    Quanta barbaridade eu já ouvi nessa vida, cheguei a ouvir de mulheres pasme de mulheres vários absurdos. Lembro por exemplo de um caso de uma moça que foi estuprada passando na tv, e quando falaram na reportagem que ela estava usando uma roupa curta, o primeiro comentário que ouvi foi: “ah também pudera né? com uma roupa dessas…” Gente como assim? Quer dizer que agora não podemos nem usar um decote ou uma saia mais curta que seremos culpadas se algo nos acontecer? Eu esperava ouvir isso de um homem mas de uma mulher?

    Tenho medo de onde nossa sociedade vai parar… sinto muitas vezes que estamos regredindo ao invés de evoluir… enfim, adorei o seu post, adoro você, amo seus vídeos, anoto tudo o que você fala e espero um dia conseguir chegar perto do que você faz (por enquanto só faço cagada ahahahaha)

    Um grande beijo e muito sucesso! Quem sabe um dia eu comente com um blog tb né? ;*

    • 17/09/2013 às 14:45

      Muito Obrigada pela opinião e pelo carinho! BEijo enorme! <3

  19. Larissa Matos
    13/09/2013 às 17:46

    É Kah infelizmente vivemos em uma sociedade machista, e diariamente somos violentadas, seja verbalmente ou fisicamente, e o que nós fazemos? Muitas vezes nada, pois já estamos acostumadas; os “gostosas” já se tornaram rotineiros.
    Vale muito apena você ler esse post aqui: http://papodehomem.com.br/como-se-sente-uma-mulher/ … pois retrata bem o seu post, de “Como se sente um Mulher”, depois que li esse post parei para analisar como é o dia a dia de uma mulher em uma sociedade machista.
    Beijos Kah, adorei o post!

    • 17/09/2013 às 14:04

      Obrigada pela indicação!!! Beijos

  20. Cah
    13/09/2013 às 16:04

    Realmente é verdade, passei por isso hoje mesmo… Estava chegando em casa, distraída, arrumando meu vestido e pensando o quanto eu acho ele bonito e tal, do nada quando eu levanto a cabeça, um cara do meu lado passa devagar me encarando e fala “gostosa”. Eu levei um susto e fiquei muito constrangida e até comecei a pensar se deveria estar com outra roupa. Sinto que perdemos mesmo a liberdade, quantas vezes já quis usar uma roupa, mas pensei que poderia ser perigoso e troquei, ou quantas vezes já mudei de calçada quando vejo um grupo grande de homens juntos, com medo de ser assediada. A gente acha que num é nada e ignora, mas lendo a pesquisa eu percebi o quão perigoso é. Enquanto é verbal, a gente ignora e ok, mas o tanto de gente que sofreu assédio físico…
    Nossa, total falta de respeito. Sem mais.

    • 17/09/2013 às 14:07

      Ótima opinião, muito obrigada! ^^

  21. Fernanda
    13/09/2013 às 15:27

    Chegamos ao ponto de ter que colocar o tal do vagão feminino no metrô do RJ!
    O homem não pode ficar em um local perto de mulheres que já sai se esfregando!Credo!
    A pior coisa do mundo é estar em um ambiente lotado e ter um homem nojento atras de você passando as partes dele em vc. Da vontade de dar um soco na cara do verme! =/

  22. Thaiane
    13/09/2013 às 15:26

    nossa, eu nunca comentei no seu blog, mas sempre o leio, mas hj realmente necessitei comentar, pq esse tema é super importante, eu sofro mt disso, sim digo sofrer, pq as vzs até evito de sair sozinha com roupas mais curtas p/ evitar esse constrangimento , pq as cantadas são constrangedoras, e homem que faz isso é um doente e babaca, e otária é a mulher que acha isso bonitinho.

  23. Ariane
    13/09/2013 às 15:24

    Olá! Normalmente não falam muita coisa pra mim. Pode ser até que o pouco eu realmente não ouça porque ando na rua de fone. Mas já ouvi algumas coisas sim que não foram nojentas, foram tipo “ai que linda”, “a gordinha tá podendo”, até dá um upzinho, mas ao mesmo tempo você se sente invadida.
    Já presenciei acontecer com outras meninas,como por ex: quando saio com minha sobrinha, que é estilo “novinha”, nossa já escutei muita coisa.
    Mas teve uma vez em que senti muito nojo e pena da menina: estava andando na rua e na minha frente tinha um homem tipo mendigo meio bebâdo, e na frente dele uma moça andando. Ela andava rebolando – na época pensei: meu do jeito que ela rebola também quer o que neh!, hoje em dia penso completamente diferente, ela todo o direito de andar do jeito que ela bem entender e o idiota master é o kra- e o homem começou a falar: “nossa to imaginando você rebolando desse jeito em cima de mim” foi nojo total!!! hoje penso que, se eu jamais gostaria como aquela moça deve ter se sentido.

    • 17/09/2013 às 14:20

      Então Ariane, que coisa desagradável.. =//

  24. Lucy
    13/09/2013 às 15:24

    É f*!
    Eu sou lésbica, então preciso aguentar esse tipo de assédio duplamente, quando estou sozinha acontece o que acontece com todas. quando uma pessoa me pede uma informação na rua eu respondo simpáticamente, mas ai eles acham que por causa da minha simpátia eles têm o direito de me assediar!
    Mas pior mesmo é quando estou com uma menina, as vezes simplismente de mão dada, chove homem falando que gostaria de “nós ajudar”, mas é pior mesmo quando vêm comentários do tipo “é sapatão pq nunca deu pra mim”… Não colega, sou sapatão pq gosto de mulheres, logo, NUNCA vou dar pra vc!!!

  25. Rebeca Scheid
    13/09/2013 às 15:15

    Concordo com cada sílaba que foi escrita nesse post! Sem mais rs

  26. Dany Menezes
    13/09/2013 às 14:31

    Eu não acho isso um elogio e muito menos normal, é sim muita falta de respeito!! Isso é um elogio vindo do meu marido na nossa casa em um momento íntimo, não sendo assim é constrangedor!

    • 17/09/2013 às 13:51

      Está certíssima Dany! ;)

  27. 13/09/2013 às 14:18

    A dá até nojo né? é muito ruim mesmo as vezes nem falam nada mas te olham dos pés a cabeça com um olhar que credo… Ando na rua sempre com meus fones ouvindo musica no max para não ter que ficar ouvindo esse tipo de coisa!!

    • 17/09/2013 às 13:53

      Uma boa saída! hahahaaa.. ;)

  28. Kelly Ramos
    13/09/2013 às 13:48

    Pior que eh cultura do pais mesmo e uma cultura que deve ser mudada. Eu moro em Israel e aqui isso nao acontece. Eh raro homem fazer isso. VC pode passaar por um bando de homem na rua que isso nao vai acotecer, no Brasil eu tinha que atravessar a rua pra nao ter que ouvir besteira, aqui ja nem me preocupo. Por outro lado o modo deles paquerarem eh diferente, nao tem enrolacao eles chegam junto e dizem o que querem. Sao bem diretos, tanto homens como mulheres. Se vc encarar eles, eles vao chegar em vc, nao vai rolar troca de olhares e xavequino com eles. (Super difrete do Brasil neh? Mas pelo menos aqui vc nao fica na duvida de nada, eles sempre falam oque pensam e isso se aplica em tudo)

    • 17/09/2013 às 13:56

      É bem diferente mesmo.. ;)

  29. Adriana Prado
    13/09/2013 às 13:20

    Os assovios ou as ditas “cantadas de pedreiro” são horríveis, mas não me incomodam. Nunca olho ou respondo, é como se não tivesse ouvido.
    Já recebi cantadas em local fechado, com poucas pessoas que me incomodaram muito mais.
    O que faz a diferença é a postura e até mesmo o modo de vestir. Tá! Sei que muita gente não concorda, mas penso que estes dois pontos são importantes sim. Nós falamos de nós mesmos, de forma positiva ou negativa, na maneira que agimos, falamos e vestimos.
    Penso também que a forma que o elogio é feito ou recebido, depende do perfil da pessoa. Tem gente que gosta. E, pra quem o faz de maneira desrespeitosa ou vulgar, é um risco que corre, porque pode dar certo, né? Comigo não. Sou casada e não permito que meu marido use de palavras vulgares para me elogiar, vou concordar com isso na rua? De quem eu não conheço?
    Por outro lado, um elogio ou uma “cantada” respeitosa (se isso é possível, hehe), aumenta a auto estima de qualquer mulher.
    Em tudo é preciso respeitar o outro, até na cantada.

    Beijo

    • 17/09/2013 às 13:57

      Acho que o problema começa justamente ai onde você menciona a falta do respeito.. ;)

  30. Nalu
    13/09/2013 às 12:03

    Às vezes não é nem o que as pessoas dizem e sim como elas dizem. Já levei muito “Bom dia” com ar malicioso.

    A vontade que eu tenho é de dizer: “Nem te conheço! Nem estás no meu círculo de convívio! Você não presta serviços pra mim nem como trabalhador avulso trocando uma lâmpada ou colocando garrafão de água no bebedouro da minha casa. Seu bom dia vai ser respondido com meu dedo médio. Passe bem!”

  31. Suellen
    13/09/2013 às 11:55

    Muito interessante esse post e apoio totalmente o “chega de fiu fiu”. A gente sempre escuta alguma piadinha, e ontem mesmo comentei com minha mãe e minha irmã, que tinha ficado muito constrangida, por um fato que ocorreu enquanto estava vindo do trabalho, em pé dentro de um ônibus; e um homem parado no ponto de ônibus, me viu e fez uma cara como se estivesse me achando gostosa, mordendo os lábios, sabe?! E muita gente dentro do ônibus viu e ficou olhando para ver qual seria minha reação, óbvio que fiquei super constrangida, vermelha, olhando de um lado para o outro, tentando sair daquela situação, e isso foi a terceira vez que aconteceu com o mesmo homem, só que dessa vez foi por mais tempo. Um absurdo, não gosto! Nós não somos um pedaço de carne para eles ficarem olhando e mordendo os lábios, tenho certeza que o que falta para essas pessoas é o respeito e a educação.

  32. Karina
    13/09/2013 às 11:50

    A grande questão é que, a cultura machista está tão enraizada na sociedade que “levar cantadas” se tornou algo banal e natural, e as pessoas não mensuram que isso é falta de respeito e que abre portas para atitudes violentas por parte do sexo masculino, sobre as mulheres e ainda por cima somos culpabilizadas pelas cantadas que levamos.
    E sim, esse tipo de atitude na minha opnião já é uma violência, é terrível ser tratada como “um pedaço de carne” e ainda temos que nos preocupar e nos policiar com as roupas que usamos, para não “provocar os homens”. Poxa ! sociedade podre ! desculpa Kah mas é isso que eu penso, quer dizer que enquanto eles podem ocupar todos os espaços públicos na hora que querem da maneira que querem e nós não ?! temos que estar semppre “comportadas” para não sermos desrespeitadas ?
    É por causa desse machismo enraizado culturalmente que mulheres são violentadas, invadidas e humilhadas e podem achar que estou exagerando, mas uma “cantada” mesmo sem contato físico de forma baixa já é agressão, violência, falta de respeito, acho nojento ! É como vc disse existem formas de se chegar numa mulher para “paquerar” e esse tipo de coisa que vivenciamos cotidianamente principalmente nas ruas é falta de respeito sim ! mas infelizmente é algo que vai passando de geração para geração…
    Tem um artigo muito bom, publicado na revista Carta Capital, que fala sobre “a cultura do estupro” onde a autora aborda estas questões e tem uma frase usada por ela que define todo meu pensamento “Nós não deveríamos ser ensinadas a não sermos estupradas, mas os homens deveriam ser ensinados a não estuprar”, vale a mesma coisa para essas cantadas, eles tem que aprender o quão desrespeitoso isso é e que esse tipo de atitude gera muitas outras… a violência contra a mulher se torna algo banal e vítima vira culpada !

    Bjs !

    • 13/09/2013 às 12:24

      Obrigada pela opinião! <3

  33. Silvana Chaves
    13/09/2013 às 11:36

    Pior, Karen, é quando a gente se arruma porque quer sentir-se bem e vem um idiota e fica sussurando obscenidades do tipo “grande, hein” (acho que entenderam, né?) ou, mesmo o tal de “gostosa”, “linda”.
    É ofensivo, porque dá pro cara chegar e deixar o interesse dele claro, sem te ofender.

    O ponto é que não é um elogio, é uma maneira de “reforçar a masculinidade”.
    Da mesma forma que criticar alguém porque está vestido relaxadamente é errado. Especialmente quando você sequer conhece a pessoa.

    Tem homens que acham que só se é homem se “olhar com olhar de urubu olhando a carniça” para todas as mulheres que passam. Essa cultura sim, é que deveria ser mudada!

    • 13/09/2013 às 12:24

      Obrigada pela opinião amore!! Amei! ^^

  34. Ana Paula
    13/09/2013 às 10:58

    Eu sou o tipico mulher brasileira, bunda grande de cintura fina. Uma epoca eu simplesmente surtei pq imaginava q todos os homens q se aproximavam de mim era apenas pelo meu corpo, e não pela minha inteligencia/carater. Isso mudou hj, mais nunca me senti bem com essas cantadas e os fiu fius pena rua. Isso ofende, nos rebaixa em simples objetos.

    • 13/09/2013 às 11:15

      É bem complicado mesmo Ana.. ;)

  35. Bruna
    13/09/2013 às 10:05

    O pior é que é cultural mesmo =//
    Morei 2 anos no Japão e algumas japonesas andam com saias CURTÍSSIMAS, sério, extremamente curtas a ponto de ver a calcinha e NINGUÉM fala nada, sequer olha.
    Já aqui no Brasil se saímos com alguma peça que mostre as pernas parece que na nossa testa vem escrito “DEIXE SEU COMENTÁRIO!”…
    RIDÍCULO!

    • 13/09/2013 às 11:16

      Realmente, é da cultura do povo brasileiro, muito comum e normal em todos os cantinhos.. =/

  36. Lívia
    13/09/2013 às 01:06

    Kah, muito legal seu post! Aliás, tenho gostado demais de ver esse tipo de coisa por aqui. Parabéns, de verdade!
    Com relação ao assédio, eu xingo mesmo, sem dó. Nunca responderam. E olha q eu trabalho no Centro de SP e pego transporte público todos os dias. Ou seja, ouço muita merda.
    Lógico que eu não responderia se fosse numa rua deserta à noite, mas, durante o dia, falo mesmo. Se tiver gente em volta, melhor ainda, pq aí o otário fica constrangido. :P

    • 13/09/2013 às 11:17

      Rs… Uma boa saída!!! Quem sabe assim eles aprendem… =/

  37. Mayra
    12/09/2013 às 22:48

    “Devíamos lutar para que isso acabe, mas com tanta mulher fruta se oferecendo barato e meninas menores de idade fazendo quadradinho do oito na tv nas tardes de domingo, fica difícil.
    Q bom q vc tocou nesse assunto.”

    Não gosto também de ver criança sendo objeto de sexualização. Mas daí aparece esse tipo de ideia machista, como se a sociedade não consumisse a imagem da criança, e como se a mulher em si não fosse só valorizada pela sua aparência. Podemos citar 20 modelos de cabeça e não conseguimos citar nem 5 cientistas. Por quê? Não se valoriza outro aspecto da mulher. A criança, que cresce nesse ambiente, sente a necessidade de ser valorizada também (quem não?), e a sociedade passa, a todo momento, que é assim que se faz. Não aguento o homem que consome porno e depois fala mal de quem ele considera “piriguete”, é a pior coisa que tem.
    Não devemos reprimir as meninas precocemente sexualizadas, e sim o modo como a mulher é vista pela sociedade. Ela também é vítima. Ela vai ser estuprada em qualquer lugar e vai aparecer um monte de gente falando que “ela pediu, não se deu o respeito”, blablabla.

    • 13/09/2013 às 11:19

      O mundo em que vivemos…. =//

  38. Nane
    12/09/2013 às 22:45

    Olha, Kah, vou te dizer que não precisa muito pra um qualquer mexer com a gente na rua. Hoje mesmo, no portão de casa, tive que ouvir um “gostosa” de um carro passando. E eu estava de jeans e camiseta!!!
    Depois de ter lido a pesquisa a alguns dias atrás, passei e me sentir ainda pior qdo essas coisas acontecem. Acho que além de ser uma tremenda falta de respeito, é também um certo tipo de demonstração machista de ‘poder’.
    Além disso, os comentários masculinos lá da pesquisa demonstram que a maioria dos homens realmente acha um comportamento aceitável e até natural. Lamentável.

    • 13/09/2013 às 11:45

      Acham normal porque não é com eles… =/

  39. Mayra
    12/09/2013 às 22:43

    Kah, MUITO legal vc trazer essa pauta para o blog. Sei que homens também sofrem cantadas e assédio, mas, por favor, o caso entre mulheres é sim mais grave. Mais grave porque homens são os beneficiados pelo machismo (salários maiores, 90% de presença em cargos políticos, transam com quem querem e falam mal das mulheres que exercem sua sexualidade livremente, etc.). Hoje em dia, morrem 10 mulheres por dia, só no Brasil, em crimes de ódio e 5 delas são mortas pelos seus cônjuges. Sou heterossexual, adoro muitos homens nesse mundo, meus autores favoritos são homens, mas fico chateada quando vejo que eles poderiam sim, ter um papel muito mais ativo no combate à cultura do estupro. A maioria dos homens, mesmo achando errado, se cala diante de um amigo se aproveitando de uma mulher bêbada e de roupa curta. Isso é estupro (o toque sem consentimento é estupro, por mais que eles relutem em acreditar) e, a cada dia que passa, eu fico mais chateada em ver que estamos muito distantes de sermos respeitadas como deveríamos. Amigas que pegam a CPTM em São Paulo frequentemente relatam esfregões e, pasme, até esperma na blusa, na bolsa. Essa cultura é tão forte que eu já cheguei a ouvir dos meus pais que era pra eu mudar de calça porque, se fosse pega por um tarado, não poderia reclamar. =( É aquela menina que “pega geral” e usa saia curta, é a menina que anda na rua em “horários impróprios”, estão sempre querendo dar uma desculpa para desrespeitar as mulheres. Nesse mundo vc só pode denunciar e reclamar se vc for hetero, estiver de burca, casada e com filhos, caso contrário, algo aconteceu, vc pediu pelo crime.
    O fiu fiu na rua é só uma parte dessa violência toda, que todo mundo insiste em despolitizar, desproblematizar, falando que é coisa cultural, que não tem jeito, que é bobagem, “deixa disso, sua fresca”. Fico muito triste com tudo isso. =/

    • 13/09/2013 às 11:21

      Quem acha que é bobagem só está contribuindo para o aumento desse tipo de coisa.. =/

  40. Cíntia
    12/09/2013 às 22:17

    O pior de tudo é que em muitos casos se vc responde tarados na rua muitos te agridem verbalmente com palavras que não somos. Enquanto haver má educação em diversos fatores em nosso país, haverá guerra. Bjs.

    • 13/09/2013 às 11:25

      É verdade, nos rebaixam ainda mais, e somos simples cidadães.. =/

  41. Amanda
    12/09/2013 às 21:50

    Sim, Kah, é cultural. Minha tia já morou em 2 países do Reino Unido, na Rússia e na Austrália (por conta de trabalho) e ela fala que nunca foi desrespeitada por um homem como somos aqui. Estou de mudança pra Londres e fico muito feliz de pensar que vou poder usar a roupa que eu quiser livremente sem me preocupar. Algumas amigas minhas que estudam nos EUA afirma que lá também nao tem esse abuso da fragilidade da mulher que temos aqui no Brazil. Infelizmente aqui (assim como alguns países do oriente médio) a sociedade ainda é muito machista, com o agravante de que no Brasil nao se tem educação escolar de qualidade, o que consequentemente na maioria das vezes gera uma educação familiar sem qualidade também.

    • 13/09/2013 às 11:26

      é sim, lembrando também que a responsabilidade de crianças e adolescentes responsáveis é primeiramente dos pais né… =//

  42. Thais
    12/09/2013 às 21:49

    Já passei por uma situaçao que um cara começou disse que eu estava dando mole pra ele por eu estar MEXENDO NO CABELO e supostamente olhando na direção dele. tipo OI? eu tenho franja, só estava tirando ela do olho.
    Fico pensando se agora temos que medir qualquer minima atitude “Porque pode deixar a impressao errada”.

    • 13/09/2013 às 11:30

      Noooooossa….. é muito difícil conviver com isso… fala serio né?!

  43. Raíssa
    12/09/2013 às 21:41

    Também odeio isso, inclusive hoje passei em frente a um ônibus escolar, as crianças deviam estar na quarta série. E ficaram mexendo comigo! Apesar de eu sempre ficar muito brava, não tenho como responder, sempre ando sozinha na rua, e não quero caçar confusão com esse tipo de pessoa né…

    • 13/09/2013 às 11:30

      Viu Raissa, começa cedo e crescem com essa “tradição”.. =/

  44. Carla
    12/09/2013 às 21:36

    Teve umas 2 ou 3 situações que eu me senti tãooo mal, tão invadida que eu xinguei, não consegui segurar, e os infelizes ainda riam e continuavam falando, aff. Muita falta de respeito!

    • 13/09/2013 às 11:31

      Dá vontade de bater!!! =//

  45. Mariana Dantas
    12/09/2013 às 21:31

    Eu quando ouço esse tipo de coisa fico me perguntando “será que ele já pegou alguém usando esse tipo de cantada?”
    Falta de respeito, falta de educação e sim falta de cultura, me nego aceitar que isso seja cultural.
    O pior é aqui onde eu moro, Natal é uma cidade quente demais, e eu não tenho o direito de sair de short, pois os carros ficam buzinando, idiotas me chamando de gostosa, e até tem os que acham que quem usa shortinho é prostituta!! Revoltante demais ¬¬’

    • 13/09/2013 às 11:32

      INDIGNADAAAAAAAAAAAA =S

      • Mariana Dantas
        13/09/2013 às 12:28

        Isso não é nada, minha prima uma vez entrou num restaurante e por ela ser brasileira o gringo perguntou quanto era a noite!!!

  46. Camila Rodrigues
    12/09/2013 às 21:14

    Muito bacana seu post, Kah! Já ouvi coisas tipo “nossa senhora da academia!” quando andava com amigas(é, também achei nada a ver). Eu nunca respondo, só acelero o passo e saio de perto..tenho medo de que façam alguma coisa. Uma amiga já contou que a outra respondeu “gostou?” quando um cara disse “quê isso hein!” pra ela. Acho que tem muita mulher por aí que sai de casa com a intenção de receber esses “elogios” e os homens acabam achando normal. Faço como disseram lá em cima: se vou andar na rua uso uma roupa simples e prendo o cabelo!

    • 13/09/2013 às 11:46

      Pior que tem meninas que gostam mesmo… dai mais força para o movimento.. =/

  47. Ariadne
    12/09/2013 às 21:08

    Infelizmente com 10 anos eu já tinha um corpo “desenvolvido” e apesar da minha pouca idade na época fui assediada várias vezes. POr muito tempo tentei me esconder com roupas compridas e largas para não ter de passar por tais constrangimentos. Não, eu não acho que isso é normal. Nenhum homem que faz esse tipo de coisa acharia normal se fizessem com a filha dele.

  48. Eliane
    12/09/2013 às 21:07

    Concordo que e falta de respeito! Eu levo cantada como essas desde que comecei a ter corpao ….eu odeio nem dou bola…ainda ouço buzinadas ….antigamente eu ria…mas agora eu odeio se mexe eu fico irrada já tenho 27 anos e não tenho paciência com essas cantadas bestas ….kah adorei o assunto
    Beijos sucesso!♥

  49. Mariana Fraga
    12/09/2013 às 21:07

    Parabéns, Kah! É SUPER IMPORTANTE que blogueiras como você falem desse tipo de assunto. As informações que vocês postam chegam a muita gente, e iniciativas como essa fazem uma diferença enorme na vida de muitos leitores! Por favor, continue fazendo posts como esse, com outras milhões de temáticas sociais que precisam ser discutidas e modificadas por todos, inclusive pelos viciados em beleza! Fiquei muito feliz! Parabéns, novamente, e obrigada!

    • 13/09/2013 às 12:05

      Obrigada amore, quem sabe pode mudar a opinião de alguns homens, né… as vezes eles podem pensar que a gente gosta.. ;)

  50. Marina
    12/09/2013 às 19:36

    Parabéns pelo post Kah, eu mesma que tenho quinze anos não saio na rua de short ou qualquer coisa mais “descoberta” desde os 13 porque é muito constrangedor, eu nem gosto de ir aos lugares a pé pois tenho até medo. E eles não respeitam ao menos a idade, o que é pior ainda. É ridículo alguém não poder se vestir da maneira que quer por conta da babaquice dos outros… :l

  51. Cintia
    12/09/2013 às 17:20

    Eu acho que qualquer mulher já levou essas cantadas na rua, isso acontece com frequência mas eu nunca deixo passar, sempre respondo grosseiramente pra criatura ver que eu não gostei, acho que se a gente deixa passar estamos de alguma forma consentindo com aquilo isso vai se naturalizando, é preciso mostrar pra esse tipo ai que a gente não é obrigada a ouvir grosserias.

    • 12/09/2013 às 17:41

      Também acho e se ficamos quietas incentivamos mais né?!

  52. luciana
    12/09/2013 às 16:36

    Ainda me lembro de como me senti insegura quando os assédios começaram, aproximadamente aos 12 anos de idade. Cresci numa cidade do interior de São Paulo onde esse tipo de comportamento é disseminado. Depois que me mudei para o sul do país, onde esse comportamento vil não é tão comum, percebi o horror que eu vivi no interior de SP. Ninguém merece ter medo de ser atacada por tarados na rua só por estar vestindo mini-saia.
    E qdo o assédio vem do chefe? e do professor? E de autoridades? Acontece sempre e muita gente acha normal.
    Devíamos lutar para que isso acabe, mas com tanta mulher fruta se oferecendo barato e meninas menores de idade fazendo quadradinho do oito na tv nas tardes de domingo, fica difícil.
    Q bom q vc tocou nesse assunto.

    • 12/09/2013 às 17:41

      É então lu, a gente fica ignorando e achando NORMAL mas isso não é normal né!?

  53. 12/09/2013 às 16:31

    Nossa eu acho ridículo,ignoro totalmente,muita falta de respeito tem gente que gosta né?Levanta a alta estima mas eu odeio…beijo

    • 13/09/2013 às 12:07

      É verdade, muitas gostam mesmo, e eu acho que isso incentiva ainda mais a prática =/

  54. Carolina F.
    12/09/2013 às 13:31

    Uma vez comentei em sala de aula que tinha vontade de bater em quem me cantava na rua, e fui criticada pelas mulheres! Eu era a única que achava uma falta de respeito e machismo sem tamanho. Já até adotei uma atitude mais agressiva, faço cara feia, troco o lado da calçada e uma vez já até mostrei o dedo do meio… Hoje quando sei que vou bater perna na rua, escolho uma roupa não muito chamativa… O que também acho horrível, eu só queria andar em paz! Aqui no Brasil isso é pedir muito.

    • 12/09/2013 às 17:42

      É então vc acaba se limitando pra não sofrer esse tipo de coisa, acho que é muito ruim isso, sinceramente

  55. Isabela Martins
    12/09/2013 às 13:23

    É ridículo mesmo, desagradável e constrangedor, os homens podem fazer isso com qualquer mulher agora chega um homem perto por exemplo da irma do homem que faz isso e faça o mesmo.Tenho certeza que ele nao vai gostar e vai achar falta de respeito por isso eu falo não faça com os outros oque não gostaria que fizesse a você

  56. 12/09/2013 às 12:12

    Oi Karen, td bom?

    Nossa acho isso um absurdo. Não tem coisa pior do q a gente se arrumar, para nós mesmo e sair na rua ouvindo um monte de fiu fiu. Indignada… ow falta de respeito!!!

    • 12/09/2013 às 17:43

      SIM! demais!!! KD educação??

  57. Jacqueline Santos
    12/09/2013 às 12:09

    Ka, eu adorei o post, odeio essa cantadas, acho muita falta de respeito, fora que alguns ainda te ofendem verbalmente se você não olha e da mole. Um abuso, não nos respeitam como mulheres e pessoas. As vezes sinto vontade de xingar, mas penso: e se eles fizeram algo contra mim? Afinal, no mundo em que vivemos pessoas sofrem e morrem por muito menos.
    Odeio caras desse jeito. Comigo mesma não arrumam nada, pelo contrario, sinto repulsa.
    Beijos Ka.

    • 12/09/2013 às 17:43

      Sim eu tb penso em responder mas tenho medo de sei lá o cara me seguir e me estuprar! É um absurdo viver com medo assim e ningueém fazer nada, pior – achar que é normal né!?

  58. Samara
    12/09/2013 às 11:25

    Infelizmente isso acontece diariamente, tenho muita raiva quando algum homem mexe comigo, dá vontade de xingar e etc mas dessa forma estaria me igualando a ele, mas que dá vontade dá viu!!!

    É uma falta de respeito tremenda, imagina se fosse com a filha dele, o que ele iria pensar ne?!

    Esse é um assunto complicadíssimo, pois em alguns casos ocorrem abusos como você mesmo relatou e comigo já aconteceu, mas graças a Deus superei isso a alguns anos.

    Muito bom o post e serve também para alerta, cuidado meninas com as pessoas que se aproximam de vocês, as vezes vem com conversinhas fiadas e quando você vai ver já estão abusando de você.

    • 12/09/2013 às 17:44

      SIM!! Você fica sem saber como tratar do assunto porque parece que todo mundo acha normal e ninguém tá se preocupando com isso né?!