Paletas multifuncionais favoritas!
Maquiagem
Paletas multifuncionais favoritas!
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Maquiagem
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Maquiagem
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Dupes nacionais de makes gringas!
Beleza
Dupes nacionais de makes gringas!
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Beleza
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Maquiagem
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Off

Coisas que eu gostaria de dizer ao meu eu adolescente

em 29/09/2014 por Karen Bachini

ka-adolescente1

Eu como adolescente sempre fui muito zoeira, mas num nível saudável sabe? Meus pais eram bem rígidos e eu não podia passar muito tempo na rua, mas sempre que podia, me divertia com as amigas. Amava passar todo o meu tempo  na lan house (jogando CS, Diablo e Star Craft), ou Pump/DDR. Sempre fui viciadíssima em jogos, e antes de existirem lan houses eu amava perder minha vida jogando tibia (siiiim eu disse tibiaaaaa) em casa! Eu não tinha muitos planos sobre o que eu ia fazer pelo resto da minha vida, mas sempre soube que eu não queria morar em Nova Friburgo (interior do rio) para sempre.

Eu, como todo mundo, gostaria de dizer algumas coisas ao meu “eu” adolescente. Coisas que teriam feito muitas partes da minha vida muito melhores. Quando a gente é novo, a gente pensa que certas coisas vão mudar nossa vida para sempre, e não é bem assim. Com tudo que vivi e aprendi minha opinião mudou muito.

ka-adolescente2

Não é errado ser diferente

Eu sempre fui do grupinho estranho. Todos os meus amigos tinham cabelo colorido (e era eu quem pintava ainda hahaha), piercings, estilos muito únicos, e eu não era diferente. Aliás eu era sim, sempre fui diferente das outras pessoas, sempre gostei de ser diferente, mas as vezes, por morar em uma cidade pequena e ter uma família super conservadora, me sentia muito mal por isso. Sentia que eu estava fazendo coisas que as pessoas a minha volta não aprovavam tipo usar roupas largas, moletons, coisas pretas e cabelo colorido, passar o dia na lanhouse, jogar jogos de meninos…

As pessoas sempre tem pre-conceito com o que não estão acostumadas e não entendem, e muitas vezes eu deixei de fazer o que eu realmente queria por medo do que os outros iam pensar.

ka-adolescente5

Amigos vão e vem

Certeza que você também pensou que aquela sua amiga da oitava série seria para a vida toda e que você chorou no final do terceiro ano achando que ia continuar revendo suas melhores amigas de escola, com quem você trocou pingente da amizade, para sempre. Mas não vai. As pessoas mudam muito nessa fase, e as mudanças que acontecem aí transformam as pessoas em adultos completamente diferentes do que elas eram. Hoje eu vejo que não tenho mais nada a ver com muitas das minhas amigas da escola, porque somos diferentes mesmo e escolhemos caminhos diferentes.

ka-adolescente6

Mas, ainda assim, algumas amizades são mesmo para sempre ❤

Mamãe e papai não são tão ruins quanto você pensa

Eu não concordava com a maioria das regras dos meus pais, e hoje eu entendo que eram todas para minha proteção. Posso ainda não concordar com algumas delas, mas, ao contrário do que parecia na época, eu não ia morrer e perder os meus amigos se não pudesse chegar depois das 22h em casa.

Ser adulto não é tão fácil e legal quanto parece, tem mais responsabilidades do que você imagina. Morar sozinho e ser livre pra chegar em casa a hora que você quiser também não é tão legal assim, não ter ninguém para dar satisfação é libertador, mas a gente sente falta da família.

ka-adolescente3

Você nunca mais vai gostar de alguém desse jeito, mas isso não é ruim!

Quem nunca teve o coração partido (seja por amigos ou namorados) que atire a primeira pedra. Eu já tive. Chorei, passei noites sem dormir, xinguei e achei que eu nunca mais fosse me recuperar. Aposto que você já disse ou já pensou algo como: “eu nunca mais vou amar assim“. E realmente não vai. O que a gente sente por cada pessoa é único, e não vai se repetir. Você vai gostar de outras pessoas, amar, fazer amizade, namorar, casar. Os sentimentos não vão ser nem mais fortes e nem mais fracos. Só vão ser diferentes.

E não existe isso de: isso vai passar, você vai esquecer…  Eu nunca esqueci nenhum dos relacionamentos que tive. Lembro de todas as amizades, do jeito que as coisas eram, das mágoas também… Mas hoje, eu consigo lembrar de tudo com outra cabeça sabe? A gente sempre aprende com nossas experiências e crescemos em cima delas.

É claro que leva um tempo até você conseguir mudar o seu sentimento e aprender dele, de um jeito que não te magoe mais, mas fique tranquilo porque nada é para sempre, não importa o quanto pareça nesse momento.

Off

Podcast #7 – Maquiagem na Escola

em 23/03/2012 por Karen Bachini

O Na Roda de Blogueiras dessa semana recebe a convidada especial Niina, do blog Niina Secrets, para um papo descontraído sobre maquiagem na adolescência. Claudinha Stoco, Jéssica Flores, Priscila e eu, vamos contar como eram os nossos tempos de colégio e quando começamos a nos interessar por maquiagem.

E mais…

  • Lápis preto borrado, quem nunca?
  • Minha primeira vez….no dermatologista.
  • Passar maquiagem para ir ao colégio ou dormir até mais tarde?

Querem ouvir o que a gente falou sobre o assunto?

#ComoFaz? Aperte o PLAY acima ou clique em DOWNLOAD para baixar o arquivo no formato MP3 e tocar diretamente do seu computador.
Não sabe o que é um Podcast? Clique aqui.

Nos siga também no twitter: Claudinha Stoco, Gflorees, KahBak, NiinaSecrets e Pripoka23.