TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Beleza
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Maquiagem
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Batom Líquido – Vizzela
Beleza
Batom Líquido – Vizzela
Lip Oil – RubyRose
Maquiagem
Lip Oil – RubyRose
Batom Power Bullet Matte – Huda
Beleza
Batom Power Bullet Matte – Huda
A SouSmile Funciona?!
Beleza
A SouSmile Funciona?!
IMG_0781
Pets

4 curiosidades sobre a raça Border Collie

em 06/09/2016 por Sara Favinha

Você já deve ter ouvido falar que os cães da raça Border Collie são os mais inteligentes do mundo, não é? Ou então que o cão já vem praticamente ensinado e já sabe fazer quase tudo o que você espera dele. Hoje vou te mostrar 4 curiosidades sobre a raça que vão te ajudar a entender um pouco mais sobre o Border Collie.

Border Collie – o Einstein canino?

O Border Collie é tido como o cão mais inteligente do mundo e isso pode trazer diversos problemas para a raça, porque as pessoas geralmente têm a ideia de que é um cão que já vem de fábrica obedecendo – ou seja, dá o mínimo de trabalho e não exige tanta dedicação em sua educação. Essa ideia não poderia estar mais longe da verdade. Sim, a maioria dos Border Collies são cães extremamente interessados em aprender, mas interesse em aprender e observar é bem diferente de já saber como se comportar.

Quando nascem, os cães não conhecem as regras da nossa sociedade e as regras de dentro de casa, eles precisam ser ensinados, independente da raça que tenham. Um cão perceptivo e observador pode aprender muitas coisas boas, porém se não for educado pelos donos, acaba aprendendo a fazer todas as coisas erradas, na mesma velocidade. A quantidade de Border Collies que tenho visto para doação é muito grande, muito maior do que há 5 anos atrás e geralmente acontece por causa de comportamentos compulsivos, destruição e agressividade. Isso nos leva ao próximo tópico!

Como é o temperamento?

Dentro da mesma raça, existem diferentes tipos de personalidade ou seja, de temperamentos. Existem border collies bastante medrosos ou mais confiantes, que possuem um aguçado instinto de pastoreio e outros que não apresentam este instinto, que têm um nível de energia altíssimo e outros um pouco mais tranquilos. No geral, a maioria dos Border Collies são bastante sensíveis e até medrosos, se não forem bem socializados essas tendências podem gerar cães muito agressivos e arredios. Outros são mais confiantes, porém exigem também muita socialização e suporte de seus donos. Geralmente são cães mais seletivos com pessoas, preferindo fazer atividades ao ar livre com seus donos do que serem o centro das atenções de uma confraternização de família.

Trabalho, trabalho, trabalho

A maioria deles também possui um nível de energia tão alto que se torna muito difícil adequar o cão à uma vida comum de cão pet, com um passeio de 40 min por dia como atividade física no dia a dia. Você sabia que a raça foi criada para conseguir pastorear mais de 12 horas por dia rebanhos enormes de gado e ovelha? Esse é o nível de atividade que um Border Collie típico precisa, o que é bem difícil conseguir reproduzir no nosso dia a dia não é mesmo? Quando o nível de energia de cães mais ativos não é suprido, essa energia toda fica reprisada e precisa ser canalizada em alguma coisa e muitas vezes aí é que nascem os problemas de comportamento. Instinto de pastoreio nada mais é do que um comportamento compulsivo de perseguir e controlar presas, levando-as ao condutor. Border Collies com muito instinto de pastoreio que não pastoreiam animais de rebanho, costuma canalizar essa compulsão ou por brinquedos, ou por pastorear crianças, vassouras, moscas e no pior dos casos, acaba gerando cães agressivos.

Um cão atleta

Essa raça tem cães que são verdadeiros atletas, e por isso na maioria das vezes esses cães só conseguem ter uma vida emocional e fisicamente saudável em famílias muito ativas, que são esportivas e que praticam esportes caninos como Frisbee, Agility, Barrel Dog, Canine Frestyle, Obediência, entre outros. Realmente não é uma raça fácil de se ter, exigindo muita dedicação dos donos. Quando você consegue suprir as necessidades básicas do Border Collie, que são uma excelente alimentação, intensa atividade física, ter uma vida social rica e ser muito estimulado mentalmente, v0cê terá um cão extremamente amoroso e muito dedicado!

Border Collie Radha e Sara Favinha

Border Collie Radha e Sara Favinha

alimentacao-canina (1)
Pets

Seu cachorro é o que ele come

em 06/05/2016 por Karen Bachini

Quando eu decidi ter o meu primeiro cachorro eu não imaginava que ele ia realmente virar muito mais do que um animal de estimação. Eu sempre achei que as pessoas que chamavam os cachorros de filhos, faziam aquela voz diferente pra falar com eles e tratavam eles como membro da família eram um pouco exageradas. E quando o Lord Vader chegou aqui em casa eu jurei que não ia fazer nada disso. Mas aos poucos eu fui fazendo, e amando fazer. Eu gosto de pensar que o Vader derreteu meu coração congelado da solidão UHAUHAUHUHAUHA mas é verdade sabe? Antes eu morava sozinha e me sentia sozinha o dia inteiro. Depois que ele chegou eu nunca mais me senti sozinha, ele está sempre comigo.

E parece coisa de cachorreira maluca, mas eu sinto que ele realmente me entende, é companheiro e me ama por todas as razões certas – principalmente porque sou eu quem alimenta ele! HAHAHAHA! O amor de cachorro é diferente sabe? Porque você sabe que pode acontecer qualquer coisa, mas ele nunca vai deixar de te amar.  Até quando a gente briga com ele, ele fica esperando ansioso o momento da gente fazer as pazes e se amar de novo.

É beijinho em forma de lambida. É amor em quatro patas.

Uma vez uma amiga comentou comigo que agora o Vader morava na minha casa também, e foi aí que minha ficha caiu: o Vader não é só uma coisa que eu possuo. Ele sente, ele vive, ele mora comigo. Ele fica chateado quando eu brigo com ele, e ele sabe quando ele fez algo que eu não gostei. Quando ele se assusta ou tem medo de algo, é medo mesmo, e não é pra ser engraçado.

Desde então eu comecei a realmente me preocupar se ele era feliz aqui, e se tinha algo que eu poderia fazer para deixar ele mais feliz ainda. Eu arrumei até um irmãozinho pra ele não se sentir mais sozinho quando eu tenho que trabalhar fora de casa ou viajar.

E eu estou sempre procurando a melhor alimentação, os petiscos mais saudáveis e gostosos, porque quero manter a saúde dele sempre em dia. E a verdade é que todo cachorro tem problemas que podem ser tratados com a alimentação correta, a ração certa, os petiscos certos – afinal, se a gente é o que a gente come, o cachorro então, nem se fala né? Ainda mais porque pra eles, a hora de comer é a hora mais feliz do dia.

alimentacao-canina (2)

Quem tem Pug (Lord Vader) sabe que a pele é um assunto delicado, que exige cuidado em todos os estágios, desde a alimentação até secar com cuidado as dobrinhas. Eu sempre procuro dar pra ele alimentos que contenham Ômega 6 e Vitamina E, que ajudam muito na pele dele. A gente tá usando a Science Diet™ Adulto Pele Sensível e estamos amando muito.

Já o Spitz Alemão (Chewbacca) também tem probleminhas, ele tem uma lágrima ácida que só fica controlada com a alimentação correta. Assim que ele chegou aqui a gente trocou a ração que ele comia no canil pela Science Diet™ Filhotes de Cães de Raças Pequenas & Miniatura, que é super específica pra ele. Essa é uma das únicas rações que trata a lágrima ácida além de ter Vitaminas C + E e cálcio e proteínas essenciais pro corpo dele ser saudável mesmo sendo pequenino.

A Hill’s tá lançando uma campanha super legal que é a #CiênciaDaFelicidade. Assim como eu, eles também acreditam na importância da alimentação certa pros seus amigos de quatro patas, e todo mundo concorda que se preocupar com o que eles comem também é uma prova de amor.

Então que tal dar uma atenção extra à alimentação do seu melhor amigo? Eu gosto de ter certeza que estou dando o melhor que posso pros meus doguinhos, e tenho certeza que você também!