Lip Oil – RubyRose
Maquiagem
Lip Oil – RubyRose
Batom Power Bullet Matte – Huda
Beleza
Batom Power Bullet Matte – Huda
A SouSmile Funciona?!
Beleza
A SouSmile Funciona?!
Lançamento – NIVEA Sun Beauty Expert!
Beleza
Lançamento – NIVEA Sun Beauty Expert!
Blush – Almanati
Beleza
Blush – Almanati
Corretivo Boeing – Benefit
Maquiagem
Corretivo Boeing – Benefit

iluminador makeup revolution 01

Maquiagem

Dupe de US$9 dólares do Iluminador Líquido da Cover FX

em 05/06/2018 por Karen Bachini

O Custom Enhancer Drops da Cover FX é daqueles produtos multifuncionais: você pode usar como iluminador nos pontos mais altos do rosto, pode misturar na base para deixá-la com um acabamento mais luminoso, misturar ao hidratante pra ter aquele efeito globeleza na pele, etc etc etc. O único problema é que ele não é barato – cerca de US$42 dólares. (Aí!).

A sorte é que existe um dupe quase 5x mais barato: o Liquid Highlighter da Revolution. Eu comprei as 2 versões pra comparar e saber se esse tal de Revolution é mesmo um dupe que vale a pena!

LIQUID HIGHLIGHTER REVOLUTION 

O Liquid Highlighter da Revolution está disponível em 7 cores que variam entre os acabamentos shimmer, metálico e holográfico. Todas as cores são bem parecidas com as da Cover FX. O produto vem nessa embalagem conta-gotas com 18 ml. 

Sobre a pigmentação posso dizer que, assim como o da Cover FX, esse iluminador é daqueles bem TRÁÁ! Ele tem uma ótima cobertura, mas que varia de uma cor pra outra. Nós testamos duas cores: a Unicorn Exilir e a Liquid Starlight, e entre as duas acho que a Liquid Starlight cobre melhor, enquanto o Unicorn Exilir, por ter uma pegada mais holográfica, cobre menos.

iluminador-makeup-revolution-04

Unicorn Elixir

iluminador-makeup-revolution-05

iluminador-makeup-revolution-02

Liquid Starlight

iluminador-makeup-revolution-03

Com esse produto não há necessidade de trabalhar em camadas porque você já consegue o máximo de cor logo na primeira aplicação. Mesmo assim eu diria que ele é construível sim, porque o que está embaixo não sai com uma segunda camada ou mais, se você assim fizer.

Mas tem que tomar cuidado com a base, porque algumas delas não interagem bem com iluminador líquido e acabam saindo durante a aplicação, sabe? Meu conselho pra isso é fazer testes até acertar a base que funciona melhor com o produto e nunca, mas nunca mesmo, colocar o iluminador por cima de texturas em pó.

Ele tem longa duração, em média 4-6 horas, o que é ótimo! Mas ele tem um defeito: transfere! Se você passar a mão ou encostar na roupa do boy, por exemplo, vai transferir sim. Ele também não é à prova d’água.

COMO USAR? 

A melhor forma de aplicar é fazendo pontinhos no rosto com o próprio conta-gotas, depois espalhar usando uma esponja dando batidinhas de leve. Você tentar usar os dedos, mas o acabamento não fica tão incrível quanto com a esponja. Não é recomendado o uso de pincel. 

Ele espalha bem, mas exige um pouco de atenção na hora de esfumar. Se não tomar cuidado ele fica um pouco marcado, e dá pra ver direitinho onde começa e onde acaba.

Afinal, é um bom dupe? 

Agora a principal pergunta: O Liquid Hightlighter da Revolution é um bom dupe do Custom Enhancer Drops da Cover FX? Minha resposta é que sim! Eu acho ele muito similar a versão mais cara, especialmente nos quesitos durabilidade, brilho intenso e pigmentação. A forma de aplicar também é bem parecida, então eu diria que pelo preço vale muito mais a pena investir nesse da Revolution do que no da CFX, por exemplo.

Por outro lado esse é um produto que só vale o preço pra quem AMA iluminador, gosta desse efeito mais exagerado e que se dá bem com texturas mais líquidas. Eu tenho um pouco de dificuldade com iluminadores desse tipo e levou um pouco mais de tempo pra eu me adaptar com esse produto. Só por isso eu não acho ele muito prático… você precisa ter paciência e não pode ter muita pressa pra hora de aplicar. 

Pra vender aqui no Brasil, eu não encontrei nenhum produto que dê exatamente o mesmo efeito, embora o High Beam da Benefit seja uma versão interessante, apenas um pouco mais discreta do que esses da Revolution. As versões nacionais são ainda mais suaves e a única que chega perto desse efeito talvez seja o Glow da Bruna Tavares.

Explico mais sobre isso no vídeo-resenha que postei no meu novo canal, olha só:

ONDE COMPRAR?

Ainda não temos Revolution no Brasil, então a menos que você viaje pra Europa ou para os EUA, a única maneira de conseguir um desses é encomendando com alguém de lá. Como vocês sabem, eu sempre faço minhas encomendas internacionais com a Minha Querida Necessaire. Super recomendo!

klasmé-two-tone-1

Maquiagem

Klasmé: Testando produtos inspirados em makes coreanas

em 24/04/2018 por Karen Bachini

Não faz muito tempo que a Klasmé se lançou no mercado com uma proposta bem interessante: trazer pro Brasil e outros países latino-americanos produtos inspirados em tendências e tecnologias até então encontradas apenas na Ásia. Recebi alguns desses produtos e hoje vou contar pra vocês o que eu achei.

Batom, Lipbalm e Sombra Two Tone

Os produtos que eu recebi pra testar foram: batom, lipbalm e sombra em bastão Two Tone. Cada uma deles é divido entre duas cores (daí o nome) pra dar o efeito degradê que as coreanas tanto amam!

klasmé-two-tone-4

Lipbalm, lipstick e sombra

klasmé-two-tone-2

Logo de cara já deu pra perceber de onde veio a inspiração para esses itens, afinal, são iguaizinhos aos da marca coreana Laneige, que eu amo de paixão!

klasmé-two-tone-6

Klasmé X Laneige

klasmé-two-tone-5

Só esse fator já foi o suficiente pra eu dar aquela torcida no nariz. Acho até compreensível uma marca se inspirar em outra que está se destacando no mercado, mas fazer tudo e-xa-ta-men-te igual? Aí não, né?! O conceito, a embalagem, o sistema de rolagem, até mesmo as cores – tudo foi copiado inspirado nos da Laneige. A única coisa que passa longe de ser igual é a fórmula, mas sobre isso eu vou falar de cada produto separadamente.

Two Tone Lipstick

Começando, então, pelo batom. Ele está disponível em 3 cores: Double Toffee, Double Bubble e Double Trouble. O que eu testei foi o Double Bubble, que é um vermelhinho rosado bem fofo.

klasmé-two-tone-lipstick-7

klasmé-two-tone-lipstick-6

Double Bubble

 A textura dele é difícil de descrever, eu diria que é cremoso, hidratante e que desliza bem nos lábios. O que realmente me decepcionou nesse produto foi o efeito nos lábios. Parece que as duas cores não se fundem como deveriam, fica tudo meio que a mesma cor, não fica um degradê bonito, sabe? Sem contar que ele tem um acabamento muito opaco, algo que está bem longe de ser o que as coreanas gostam!

Two Tone Lipbalm 

Já o Lipbalm se sai um pouco melhor na sua função. Eu tenho o Tint Lip Bar da Laneige (que sem dúvida alguma serviu de referência na criação desse produto) e posso dizer ele até que tem uma fórmula parecida, só não é tão hidratante.

klasmé-two-tone-lipbalm-7

Pra não dizer que a Klasmé copiou tudo da Laneige, o desenho que separa as duas cores é um pouco diferente. Do lado esquerdo da foto temos o lipbalm da Laneige com essa triângulo no topo, e a direita temos o da Klasmé que tem esse corte na diagonal. Tirando isso, é tudo igual!

klasmé-two-tone-lipbalm-8

klasmé-two-tone-lipbalm-laneige-8

Laneige X Klasmé

Outra coisa que difere é o acabamento. Enquanto o da Laneige é um véu de cor que deixa um brilhosinho nos lábios, o da Klasmé é mais opaco.

Ele está disponível em apenas 3 cores: Red Grapes, White Peach e Muskmelon. A que eu testei foi a Red Grapes. Também não senti que ele faz o efeito degradê tão bem, mas ainda assim funciona melhor do que o batom…

Two Tone Eyeshadow

A ideia desse produto é preencher a pálpebra toda (e até um pouco do côncavo) em uma única passada. Isso seria maravilhoso… se o produto funcionasse! Mas a verdade é que ele não cobre direito, a cor não fica bonita, não dá pra ver a transição das cores e só parece mesmo que você dormiu de maquiagem e acordou toda borrada! De todos, esse foi o produto que eu menos curti!

klasmé-two-tone-eyeshadow-7

klasmé-two-tone-eyeshadow-6

Cor: Golden Black

Ele está disponível em 2 cores: Rose Millenial e Golden Black, que foi a que eu testei.

Se você tá custando acreditar em mim e pensa que eu estou dizendo essas coisas só por birra, assista esse vídeo-resenha que eu publiquei no meu novo canal pra entender melhor:

PREÇO E ONDE COMPRAR?

Cada um desses produtos que eu testei estão à venda por R$59. Eu não sei vocês mas achei o preço bem salgadinho, principalmente porque o desempenho deles deixa bastante a desejar…

Eu sinceramente acho que vale mais a pena juntar um pouquinho mais de grana e comprar os da Laneige que custam U$27 cada (que dá uns R$80 reais, mais ou menos).

De qualquer forma, quem quiser experimentar pode comprar no site oficial da marca ou na Época Cosméticos.