Paletas multifuncionais favoritas!
Maquiagem
Paletas multifuncionais favoritas!
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Maquiagem
Sistema Velvet – nova base, corretivo e pó de contém1g
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Maquiagem
Batom marrom – 6 indicações para entrar na tendência!
Dupes nacionais de makes gringas!
Beleza
Dupes nacionais de makes gringas!
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Beleza
Glycolic TX – a nova base do Boticário
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Maquiagem
Máscara de cílios – indicações para cada gosto!
Maquiagem

Resenha: Linha de maquiagem da Lush

em 31/12/2015 por Karen Bachini

Você já conhece a Lush, certo? Aquela marca inglesa de produtos artesanais que faz um excelente trabalho no combate ao teste de animais? Pois bem, a Lush expandiu sua linha de maquiagem e eu vim aqui contar o que achei de cada um desses novos itens.

linha-maquiagem-lush-teste (8)

Recebi diversos produtos – batons líquidos, máscara de cílios e até bases concentradas foram alguns desses itens que tive a oportunidade de testar. Todos seguem a política da loja, sendo fabricados com apenas ingredientes naturais, de não origem animal e sem uso excessivo de conservantes.

linha-maquiagem-lush-teste (4)

O primeiro produto que eu quero falar é sobre as bases concentradas. Recebi para testar 3 das 5 cores disponíveis: a Light Pink, a Dark Yellow e a Jackie Oates. As duas primeiras possuem a mesma composição. Ambas tiveram seus pigmentos misturados a uma base cremosa de infusão de pétalas de rosas, que segundo a marca, reduz a vermelhidão da pele. São compostas com óleo nutritivo de farelo de arroz (rico em vitamina E) e dióxido de titânio, que apesar de não substituir o protetor solar, ajuda contra a exposição ao sol. Embora as duas sejam indicadas para quem tem a pele amarelada, a Dark Yellow é específica para os tons de oliva.

Já a Jackie Oates é mais indicada as peles claras e sensíveis. Ela é feita a base de leite de aveia, que acalma a pele, manteiga de karité, mel, aloe vera e glicerina para hidratar a pele. Também possui em sua composição o dióxido de titânio.

lush-bases

bases concentradas

da esquerda para a direita: Dark Yellow, Light Yellow e Jackie Oates

No site oficial da marca, podemos ler na discrição das bases que você pode mistura-las com seu hidratante antes de aplicar no rosto. Sinceramente eu não sei se está é uma boa ideia, porque a cobertura delas não é aquelas coisas. Achei até bem fácil de espalhar, seca bem e dá um bom aspecto na pele, mas infelizmente não cobriu tão bem quanto eu esperava. Esse só é um fator positivo para quem gosta de construir camadas até chegar a uma cobertura satisfatória.

base-teste-lush-swatch-rostp

Ainda falando de produtos para o rosto, recebi também a base iluminadora Feeling Younger e a base bronzeadora Charisma . A base iluminadora tem um brilho muito lindo e pode ser aplicado antes da base, bem como a base bronzeadora que dá tem um brilho dourado e “esquenta” bem a pele. As duas bases funcionam para todos os tons de pele e, como já é de se esperar da Lush, são compostas de vários produtinhos naturais como aveia, amêndoas e jojoba.

linha-maquiagem-lush-teste (6)bases ilumiadora e bronzeadora da lushbases ilumiadora e bronzeadora

A marca também adicionou a linha um pó facial translucido chamado Emotional Brillance. Trata-se de um pó solto ultrafino com acabamento matte que pode ser aplicado antes ou depois da maquiagem e tem o objetivo de refletir a luminosidade natural da sua pele. Segundo a marca, esse produto controla a oleosidade, mas sem vacilar na hidratação. Você pode aplicar em lugares pontuais, como a Zona T, ou no rosto inteiro.

linha-maquiagem-lush-teste (5)po facial 002

O potinho de 20g não é facilita em nada, principalmente quando se trata de um elemento em pó que, em qualquer descuido, faz a maior bagunça. O indicado a se fazer pela marca é despejar um pouquinho na tampa, vir com o pincel para depois aplicar no rosto. Apesar de não ser muito prático, dessa forma fica bem mais fácil mesmo.

Falemos então dos batons líquidos que me surpreenderam de forma bastante curiosa. Diferente do que estamos acostumadas a ver por aí, esses batons não têm acabamento matte. A maioria das cores é bem cintilantes, o que na minha opinião, não é muito atual. Mesmo não sendo grande fã da pouca variedade de acabamentos, eu gostei das cores, achei bem confortável na boca (embora não tenham secado totalmente) e tem boa durabilidade. As cores testadas foram Passionate, Perspective, Decisive, Believe e Confident.

batonslush222 batons-lush02

batons liquidos 003

da esquerda para a direita: Confident, Decisive, Believe, Passionate e Perspective.

batons lush (2)

Confident

batons lush (4)

Decisive

batons lush (3)

Believe

batons lush (5)

Passionate

batons lush (1)

Perspective

Por último temos o delineador azul Motivation e a máscara de cílios Eyes Right. O delineador é lindo! A cor é difícil de descrever – é um azul intenso e cintilante.  Ele não é a prova d’água é muito liquido. Tive a impressão de que ele ia derreter todinho no minuto que eu fiz o traço. Outra queixa sobre ele é a ergonomia da embalagem. Quando fui usar pela primeira vez, me perguntei se este se tratava somente de um sample, ou se era a embalagem final do produto. Fiquei meio decepcionada ao saber que se tratava da embalagem final. O potinho lembra muito aqueles remédios de conta gotas. O aplicador é muito curto, o que dificulta para alcançar a curvatura dos olhos. Você não consegue deitar muito o pincel para fazer o traço em direção a sobrancelha porque o próprio aplicador te atrapalha (vê se pode?).

IMG_6476IMG_6545

lush delineador e mascara (1)

O rímel também me decepcionou um pouco porque mesmo que você capriche e passe diversas camadas, ele não engrossa de jeito nenhum. O problema da embalagem se repete novamente: aplicador é tão curtinho que nem consegui alcançar todos os meus cílios. Após diversas tentativas, desisti.

mascara de ciliosn 002aplicador-mascara-lushlush delineador e mascara (2)

As embalagens têm um porquê de serem o que são. Pra seguir a política da Lush, os frascos são sustentáveis e, com exceção do pincel, todas as partes da embalagem podem ser recicladas após o uso. Entendo a ideia, mas acredito que esse é um fator que precisa urgentemente ser aprimorado.

Em linhas gerais, acho que as maquiagens da Lush cumprem o prometido dentro de sua categoria de produtos naturebas. Pra quem tem pele sensível e que precisa ficar longe dos parabenos e conservantes, essa pode ser uma boa opção. Tenho certeza que mais pra frente teremos ainda mais produtos adicionados a linha, mas enquanto isso não acontece, acho que já é um bom começo para todas nós.

Se você já usou as maquiagens da Lush e quiser contar a experiência, fique a vontade (: Comentem!

Cabelos

Shampoo em barra – É tipo passar sabonete no cabelo?

em 14/01/2015 por Karen Bachini

A Lush chegou no Brasil cheia de novidades, e uma das minhas preferidas são os shampoos em barra!

Eu nunca tinha usado nada parecido, e foi uma ideia meio difícil de entrar na minha cabeça. Mas, depois que usei a primeira vez, não parei mais de usar! Agora eu só quero usar shampoo em barra! (:

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (12)

Para mim, a maior vantagem dos shampoos sólidos é que eles realmente limpam e tratam o fio. É meio difícil, principalmente para quem tem cabelo misto, achar um shampoo que deixa o fio limpo sem deixar as pontas espigadas. Todos os shampoos da lush que eu testei limpam muito bem meu couro cabeludo, sem agredir o cabelo.

Minha mãe sempre me ensinou que eu tinha que passar shampoo duas vezes para o cabelo ficar limpinho. Com os sólidos da lush, confesso que passo uma vez só porque já sinto que o fio está limpo.

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (3)

Os shampoos não são muito grandes, mas acho que o tamanho é bom. Uma coisa que você vai perceber logo nos primeiros usos é que, desde que você cuide da sua barra direitinho, ela não acaba nunca!

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (4)shampoo-barra-lush-vale-a-pena (5)

Eu tive a oportunidade de testar 3 shampoos diferentes, e vou falar um pouquinho sobre cada um deles. Vamos lá!

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (6)

Jumping Juniper – Perfeito para uma limpeza profunda do cabelo. O junípero controla a produção de sebo, deixando o couro cabeludo bem tratado. Contém também lavanda, que acalma, e óleos essenciais antibacterianos de alecrim para a limpeza e maciez do couro cabeludo. Os óleos de limão e limão siciliano dão brilho e fecham as cutículas capilares, permitindo que os cabelos tenham mais luminosidade.

Ele é perfeito para quem tem raiz oleosa! Deixa meu couro cabeludo fresquinho, limpo e controla a oleosidade do cabelo muito bem! Você vai ver que seu cabelo vai demorar muito mais pra ficar oleoso com o Jumping Juniper. O cheirinho que predomina nele é o de lavanda adocicada.

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (7)

Karma Komba – Este shampoo sólido pelado limpa delicadamente seus cabelos, enquanto um blend esplêndido de óleos essenciais, incluindo capim-limão, laranja-doce, lavandin, pinho e patchouli perfuma suas madeixas. O óleo de elemi equilibra o couro cabeludo e o mantém limpo e purificado.

Esse foi o primeiro shampoo da marca que eu comprei, e vou logo dizendo que é o mais cheiroso! Quando eu fui passar uns dias na casa da minha mãe levei ele, e toda vez que eu tomava banho ela ficava falando que o banheiro estava muito cheiroso! E o cheiro durava por dias! Ele é muito maravilhoso. E é claro que o cheiro não fica só no banheiro, fica no cabelo também ♡!!! Toda hora que cheiro meu cabelo e ele tá com cheiro de Karma Komba eu fico suspirando corações por mim mesma! HAHAHA!

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (13)

Esse cabelinho acima foi lavado com Karma Komba e ele fica muito macio, limpo e cheiroso! O segredo do brilho é uma máscara da Keune, a sleek and shine. MARAVILHOSA! Já já tem resenha no blog!

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (8)

Ultimate Shine – O óleo de elemi é o ingrediente essencial deste shampoo sólido. Faz bem ao couro cabeludo, pois o mantém equilibrado e em perfeitas condições. Ilangue ilangue ajuda a compor um belo perfume e tem a dupla função de equilibrar o couro cabeludo e levantar o seu astral. O óleo floral de folhas de violetas mantém os micróbios afastados e deixa sua cabeça limpa e bem cuidada.

Ele limpa muito bem o couro cabeludo e deixa os cabelos MUITO brilhantes e macios. O problema é que ele é meio fedido HAHAHA mas o cheiro não fica no cabelo, graças a Deus!

Mas ele é muito bom pra cabelos claros, descoloridos, sem vida e brilho, porque ele realça muito o brilho do cabelo e deixa uma aparência saudável.

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (9)

Agora, os shampoos sólidos são maravilhosos e eu amo, mas detesto essas latas. São muito difíceis de guardar no box, chatas demais de abrir com a mão molhada, impossíveis de tirar o shampoo de dentro, fora que elas acabam caindo no chão constantemente. Daí as minhas estão assim, todas amassadinhas =/.

shampoo-barra-lush-vale-a-pena (11)

Para facilitar a retirada do shampoo da latinha, você pode colocar uma fita de cetim, ou uma redinha de esponja embaixo, assim você puxa a fita e o shampoo sai.

impedir-shampoo-lush-barra-derreta (2)

Outro problema é que se você deixar água dentro da embalagem sem querer, ele derrete e estraga. Isso que aconteceu com o meu Karma Komba, que vocês podem ver que está meio deformado. Uma solução é comprar uma esponja de redinha e colocar o shampoo nela. Eu desmontei a redinha e fiz uma capinha pro shampoo, assim ele sempre fica arejando, seca rápido e não derrete.

impedir-shampoo-lush-barra-derreta (1)

Não é uma solução bonita, mas gente, funciona.

Os shampoos em barra custam R$42 e as latinhas R$19.