Beleza
Swatches da coleção de paletas wild – huda beauty
Beleza
Swatches da coleção de paletas wild – huda beauty
Paleta Orgasm on the beach – Nars
Beleza
Paleta Orgasm on the beach – Nars
Paleta Hoola Contourist – Benefit
Beleza
Paleta Hoola Contourist – Benefit
Paleta de corretivo – Nathalia capello
Beleza
Paleta de corretivo – Nathalia capello
Paleta de Blush e Iluminador Nádia Tambasco by Océane – Face To Glow
Beleza
Paleta de Blush e Iluminador Nádia Tambasco by Océane – Face To Glow

mochilando-na-nova-zelandia

Viagem

Minha experiência: Como é mochilar em outro país?

em 03/03/2017 por Karen Bachini

Definitivamente eu estou vivendo nesse momento a experiência mais maravilhosa da minha vida. Nunca pensei que em pouco mais de 1 mês eu iria pra lugares tão lindos e conheceria tantas pessoas incríveis. (Veja os vlogs da minha viagem aqui)

Fazer intercâmbio sempre foi meu sonho, mas mochilar em outro país foi algo que nunca passou pela minha cabeça – pelo menos, não até o ultimo ano. Eu achava meio doida as pessoas que simplesmente colocavam uma mochila nas costas e saiam pelo mundo, pegando carona com estranhos, dormindo cada dia em um lugar diferente, sem luxo e, na maioria das vezes, até sem um banheiro decente…

Parece assustador, eu sei. Mas eu te garanto: vale a pena! 

Esse post é justamente pra ajudar quem também tem vontade de mochilar, mas que ainda tem muitas duvidas sobre como isso funciona. Se este é seu caso, espero que minha experiência aqui na Nova Zelândia te ajude a se preparar pra essa nova aventura. Então vamos as perguntas mais frequentes:

ONDE DORMIR?

Pra quem está mochilando, a melhor opção pra dormir são os hostels. Não sei se em todos os países é a mesma coisa, mas aqui na Nova Zelândia os hostel funcionam assim: você pode pagar pela diária ou pernoite (que varia entre $15 a 30 dólares neozelandeses) ou trabalhar por acomodação. Nesse segundo caso, você teria que trabalhar por umas 3 horas por dia (limpando banheiro, arrumando as acomodações, lavando pratos – esse tipo de serviço) em troca de acomodação.

Durante a minha peregrinação por aqui eu já passei em uns 10 hostels diferentes e posso dizer que eles são basicamente sempre a mesma coisa. Mas, em quanto uns oferecem coisas melhores (como cozinha para você mesma preparar suas refeições e até sauna!), outros mal tem chuveiro quente. Tudo vai depender de onde você estiver… quando mais isolada for a cidade, menos luxo você vai encontrar.

mochilando-na-nova-zelandia3

Se você for fazer alguma trilha ou viagem a pé, provavelmente vai ter que dormir em barracas, como aconteceu comigo durante a viagem. Veja aqui o vídeo dessa experiência.

Um app que eu tenho usado muito aqui na Nova Zelândia é o Campermate. Ele basicamente funciona como se fosse um mapa e te mostra onde tem uma acomodação mais perto de você, um posto de gasolina, um restaurante, um mercado… É a verdadeira salvação pra quem está andando meio que sem rumo!

ONDE COMER?

Como eu disse, alguns hostels tem cozinha pra você mesma se virar na alimentação. Essa opção é ótima porque você acaba economizando muito dinheiro, mas não funciona se você estiver planejando passar o dia inteiro fora e só voltar pra o hostel à noite. Você vai acabar tendo que comer em restaurantes e lanchonetes no meio da estrada ou comprar comida no mercado e levar na mochila pra você ir comendo ao longo do dia. Na verdade, levar comida na mochila é algo que é sempre recomendado porque pode acontecer de você chegar em alguma cidade e não encontrar nenhum comércio aberto. #ficaadica

mochilando-na-nova-zelandia4

TRANSPORTE

A forma com que você vai se locomover vai depender de onde você está. Se você estiver mochilando em um país seguro como a Nova Zelândia, a melhor opção é ir pegando carona. (E sim, é literalmente ficar na estrada, com o dedinho pra cima esperando algum carro encostar e te oferecer carona). Se você tiver receio de fazer isso e souber dirigir, a melhor opção é alugar um carro ou usar aqueles aplicativos de carona. 

mochilando-na-nova-zelandia2

Concluindo: Muita gente pensa que mochilar é se entregar totalmente ao acaso. Isso não é totalmente verdade. Mochilar também envolve planejamento e muita responsabilidade!

Você nunca deve esquecer que, embora você possa encontrar muitas pessoas maravilhosas, na maioria das vezes você vai ter que resolver seus B.O.s sozinho… Isso significa que você tem que administrar bem seu dinheiro, garantir sua própria segurança e principalmente não fazer loucuras! Por favor, não tente escalar uma montanha sozinho ou acampar num lugar totalmente isolado sem sinal de celular – é muito perigoso!

Tendo isso em mente, aposto que mochilar vai ser pra você (assim como está sendo pra mim) a experiência mais incrível da sua vida! Se você for do tipo aventureiro, eu realmente acho que você devia tentar isso um dia!

Bom, agora é com vocês! Se vocês tiverem duvidas sobre minha viagem, deixe nos comentários! E se você já mochilou, conte pra mim como foi sua experiência! BEIJOS

new-zeland
Viagem

Videos: Tudo que rolou no meu intercâmbio para a Nova Zelândia

em 09/01/2017 por Karen Bachini

Ah, a Nova Zelândia<3 Já faz 1 mês que eu voltei e confesso que ainda queria estar lá. A experiência de passar 1 mês em outro país foi sem dúvidas a melhor que eu já tive na minha vida! (Não é a toa que já estou com planos de voltar para terras neozelandesas o mais breve possível. Me aguardem…) E quando acontecer, pode ter certeza que eu vou fazer muito mais videos sobre as novas aventuras que eu vou viver!

Enquanto esse dia não chega pensei em trazer nesse post todos os videos que eu gravei por lá pra quem não assistiu, ter a oportunidade de assistir também. Fiz vlogs de praticamente toda a viagem e você pode conferir a seguir:

1# Vlog: Chegando na Nova Zelândia 

Vocês nem imaginam o quanto eu estava nervosa no dia da viagem. Quase nem dormi direito no dia anterior pensando o que eu encontraria por lá, se faria amizades facilmente ou se iria gostar do curso… Também fiquei preocupada sobre como seria ficar 1 mês fora de casa – “afinal, se eu ficar doente, quem vai cuidar de mim?”. Mas, se eu soubesse nesse dia que estava prestes a viver os melhores momentos da minha vida, talvez todo aquele nervosismo teria sido transformado em ansiedade e muita, muita expectativa! No primeiro vlog eu mostro minha despedida do Brasil e as primeiras horas na Nova Zelândia… vale a pena assistir!

2# Vlog: Primeiro dia de trabalho

Pra quem não sabe, eu prestei um serviço voluntário em uma reserva florestal enquanto estive estudando na NZ. Apesar de quase ter sido assassinada por uma ave raivosa (é, vocês vão ver no vídeo), eu gostei muito da experiência e até gostaria de fazer isso de novo quando voltar pra lá.

3# Vlog: Pulei de paraquedas!

Quem diria que uma pessoa como eu que morre de medo de altura, se aventuraria em pular de paraquedas!!! Pois é, eu fiz isso e foi maravilhoso!!! Quero de novooooooo!

4# Vlog: Roles com os gringos

Ao contrário do que parece, eu não sai tanto assim pra dar roles na cidade. Ficava a maior parte no hostes e quando eu saia o destino era quase sempre o super mercado! Mas dos poucos lugares que eu visitei, esse foi sem duvida um dos mais divertidos. É um bar todo feito de gelo!!! Foi maravilhoso! Dá o play pra assistir:

5# Experimentando foods com os gringos

Esses foram os videos de maior sucesso no canal durante o intercâmbio. Também não é pra menos… experimentar comidinhas e bebidas tão comuns aqui no Brasil com os gringos rendeu MUITAS risadas! Dá o play:

6# Refletindo sobre a minha experiência

Já no fim da viagem eu comecei a refletir sobre tudo que eu estava vivendo. Fiz 2 videos falando sobre lições poderosíssimas que eu aprendi durante o intercâmbio…

Não custa nada repetir que eu fiz o meu intercâmbio sob o olhar atento da agência Information PlanetSe você está planejando estudar também fora do Brasil, eu super indico eles!

Ahhh, e agora vou pedir uma coisa pra vocês… Me deem sugestões de videos pra eu gravar na próxima vez que eu for pra lá. Quem sabe a sua ideia não vai parar no Youtube? BEIJOS!