Base Skin Perfection – Eudora
Beleza
Base Skin Perfection – Eudora
Máscara Lash Idôle – Lancôme
Beleza
Máscara Lash Idôle – Lancôme
Paleta de Sombras – Niina Secrets
Beleza
Paleta de Sombras – Niina Secrets
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Beleza
TOP 5 Bases Para Pele Negra!
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Maquiagem
Lápis Colorido Tie-Dailus!
Batom Líquido – Vizzela
Beleza
Batom Líquido – Vizzela

base-Tarte-Shape-Tape-Foundation-ReSENHA

Maquiagem

Tudo sobre a nova – e polêmica – base Shape Tape da Tarte

em 19/01/2018 por Karen Bachini

Quem aí tá acompanhando o bafafá da nova base Shape Tape da Tarte

O produto mal chegou às lojas e já está dando o que falar – no bom e no mau sentido.

Se você está por fora, deixa eu te atualizar: a internet toda se comoveu em grande expectativa quando a Tarte anunciou, no começo desse ano, que lançaria a Shape Tape Foundation  uma versão base do já famoso, amado e idolatrado corretivo Shape Tape.

Ficamos ainda mais entusiasmados quando descobrimos que essa base chegaria em duas versões: hidratante e matte. A ideia era ter uma base inclusiva no mercado, que agradasse gregos e troianos.

Pois bem. Chegou o grande dia do seu lançamento. Todos na maior expectativa e… quê? São só esses os tons disponíveis pra essa base? É sério isso? 

Pior que era. A Tarte lançou 30 tons de base (15 para cada tipo de acabamento), sendo que a grande maioria é para peles brancas e apenas três (isso mesmo, 3!) para peles negras!

  • Chore com esses swatches:

Tarte-Cosmetics-Shape-Tape-Hydrating-AND-MATTE-Foundation-Swatches

E quer saber o pior? Essas únicas 6 cores são muito alaranjadas e nem funcionam direito para peles negras.

Só não reclamou quem não quis porque, olha, a indignação foi geral. Estou em dúvida entre qual influenciador foi mais…sincero, digamos assim, quando foi dar a sua opinião sobre o assunto.

Entre os vídeos mais honestos que eu vi estão o da Jacki Aina e do Jeffree Star que sempre dizem o que pensam, custe o que custar.

A polêmica foi tanta que até quem não disse nada a respeito acabou se envolvendo na controvérsia, como foi o caso da NikkieTutorials. Ela foi tão criticada por não ter mencionado esse fator das cores em sua resenha que até preferiu tirar seu vídeo do ar, acreditam?

nikkie-tutorials

Depois de alguns dias sem se pronunciar, apagando comentários e tentando controlar o escândalo, a Tarte percebeu que a coisa estava saindo do controle e decidiu fazer um pronunciamento oficial! No seu instastories, a marca pediu desculpas pelo ocorrido e assumiu o erro de ter lançado uma base com tanta falta de diversidade nas cores.

O argumento foi que eles tinham mais 10 cores em andamento, mas que não conseguiram lançar a tempo. Disseram também que sabem que isso não é nenhuma desculpa e que estão pressionando os fornecedores para fazer isso o mais rápido possível! Olha só os prints que eu tirei do pronunciamento da marca feito ontem, dia 18:

tarte-prints-stories-instagram-apologies tarte-prints-stories-instagram-apologies2

“À essa altura vocês já sabem que nós revelamos a tão esperada Shape Tape Foundation… E a cartela de cores que lançamos definitivamente não era uma representação completa de todos vocês. Pode ser um pouco tarde demais, mas podemos assegurar-lhes que isso não foi feito por mal. Todos nós acompanhamos a #shapetapenation e vimos seus tweets questionando… Queríamos obter o produto o mais rápido possível, e tomamos a decisão de avançar antes que todas as cores estivessem prontas. Sabemos que não há desculpas e assumimos a total responsabilidade pelo lançamento dessa maneira. Perdemos o que é realmente importante nesta indústria, e para aqueles que se sentiram lesados em nossa comunidade, queremos nos desculpar pessoalmente. Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para trazer esses tons inacabados o mais rápido possível, a qualquer custo. PODEMOS E VAMOS MELHORAR.”

Bom, cada um tire a conclusão que quiser sobre isso. Eu achei que foi show de vacilação porque eles nem se esforçaram pra criar cores para os negros e a impressão que eu tive foi que eles meio que lançaram 3 cores pra ninguém reclamar, mas que o foco mesmo foram as peles claras.

Dito tudo isso, vamos falar da BASE!

SOBRE A NOVA TAPE SHAPE FOUNDATION

Como eu disse anteriormente, a nova base Shape Tape da Tarte é da mesma família dos corretivos mais vendidos da marca (dizem que a cada 20 segundos um corretivo Shape Tape é vendido nos Estados Unidos! CHOQUE!).

Bom, eu já uso esse corretivo há algum tempo (comprei no Mercado Livre com esse vendedor aqui) e posso dizer que AMO! Ele cobre tudo, dura o dia todo e não resseca muito a região em volta dos olhos. É mágico!

Sendo famoso assim, era muito natural que sua versão em base geraria uma histeria coletiva. Ainda mais com essa ideia brilhante de fazer dois tipos de acabamento: Matte, para quem tem pele oleosa e Hydrating, para quem tem pele seca.

bases-tarte-shape-tape-foundations-hidratyng-and-matte

MATTE X HYDRATING

Ambas as bases são bem parecidas, fáceis de espalhar e deixam um efeito de pele de RYCAH! Ambas as formulas foram desenvolvidas pra dar cobertura alta e disfarçar acne, cicatrizes, manchas ou qualquer imperfeição na pele!

Eu vi alguns vídeos de primeiras impressões dos gurus de maquiagem no Youtube e percebi que, em geral, todos chegaram a mesma conclusão: embora ambas as bases sejam parecidas elas são diferentes. A hidratante tem cobertura média e acabamento luminoso e hidratado, enquanto a matte tem cobertura alta e acabamento aveludado.

Deixo aqui o vídeo da Nicol Concilio que nunca usa filtro nos vídeos, então dá pra gente ver bem como o produto fica na pele. (Se quiser pular direto pra parte que ela aplica a base, é só ir pro minuto 7:33)

O aplicador da base também chama atenção. Ele é igualzinho ao do corretivo, só que maior.

Muita gente criticou dizendo que o pump seria mais higiênico mas eu acho que tá tudo bem, outras marcas trabalham com aplicadores aprecidos inclusive a Clinique.

Como você pode ver aí no vídeo acima, a Tarte também lançou junto com as bases o Double Duty Beauty Paddle Brush ($28) , um pincel daqueles ovais que, segundo eles, proporciona melhores resultados na aplicação. Algumas pessoas reclamaram que o cabo é de plástico e é frágil.

Tarte-Shape-Tape-Foundation-Resenha

Junto com o pincel veio também a esponjinha tipo beauty blender.

Preço e onde comprar? 

Infelizmente, não temos Tarte aqui no Brasil e o e-commerce da marca também não entrega por aqui. Pra conseguir, só mesmo encomendando com a M&P Imports ou com a Minha Querida Necessaire. O preço lá nos EUA é de R$39 dólares.

Eu comprei a base no lançamento mas estou super na dúvida se devo ou não fazer a resenha. Parte de mim quer muito testar mas eu acredito que devamos dar apoio e divulgar marcas mais inclusivas, que tentam fazer o seu melhor para todas as cores de pele.

E você, o que acha?

Maquiagem

A nova geração: bases-sérum

em 18/01/2016 por Renata Stanquini

A nova promessa no mundo da beauté são as bases sérum (ou bases ultrafluidas) que vem com um conceito que tem tudo a ver com o nome. Sérum, que significa soro em latim, remete ao fato de que sua fórmula é bem mais aquosa e mais leve do que as bases comuns.

O segredo desse acontecimento está nos polímeros que retêm gotículas de óleo que evaporam no momento da aplicação. Enquanto os óleos evaporam, uma camada ultrafina assenta sob o rosto, deixando o acabamento sequinho e supernatural. O produto também é absorvido pela pele rapidamente, sem entupir os poros – o que acaba sendo uma ótima pedida para quem tem pele oleosa ou mista. Até mesmo quem tem a pele seca pode se beneficiar com o produto já que ele não deixa de ser hidrante.
Antes mesmo disso ser uma tendência, a marca que abriu caminho para a nova categoria de bases foi a Giorgio Armani com sua base Maestro, lançada em 2012. Sua formula com 5 óleos promete uma pele perfeita, sem parecer maquiada.

Depois da comoção que a Maestro causou, a Le Teinte Encre de Peau da YSL congestionou a internet na noite do seu lançamento, esgotando-se em poucas horas e deixando mais de 12 mil pessoas em lista de espera. Antes mesmo que nossos bolsos esfriassem, outras marcas também embarcaram na mesma empreitada lançando suas próprias versões de bases-sérum.

Para mostrar a performance dessa nova categoria, nós testamos 4 dessas bases e vamos contar tudo para vocês. Confere aí:

bases serum superfluidas resenha

swatches_bases-serum

Da esqueda para direita: All Day Luminous Wightless Foundation (NARS); Diorskin Air Serum (DIOR); Le Teint Encre de Peau (YSL); Miracle Air de Teint (Lancôme)

Lancôme Miracle Air de Teint

Adoro quando uma base tem aquela textura aveludada que parece que tem um tecido sobreposto na sua pele. Esse é o caso da Miracle Air de Teint, que apesar de ter o acabamento matte, deixa um belo viço no rosto. Mas atenção, se você tem pele seca, principalmente debaixo dos olhos, considere o fato de que ela pode vir a craquelar um pouco.
Além desse inconveniente, também é preciso mencionar a questão dos tons. É sempre muito difícil encontrar o tom ideal para a sua pele com a gama de cores que a marca oferece. Todas elas são demasiadamente amarelas e ficam ou muito clara ou muito escura. O meio termo não existe.
Concluindo as minhas impressões com o produto, tenho que dizer que amei o acabamento e a sensação que ela dá. Também achei que a pele fica super natural e é bem fácil de espalhar. Também achei o aplicador de conta-gotas muito prático, já que permite a dosagem ideal, com zero desperdício.

Essa base custa R$279,00 e vende aqui.

base--miracle-lancome

YSL Le Teint Encre de Peau

Essa base não deixou 12 mil pessoas em espera à toa. Realmente é uma excelente base! Ela também é fácil de aplicar, fácil de espalhar, dá um efeito super natural e uniformiza a pele rapidamente. Como ela é semimatte, o acabamento fica mais natural do que as demais bases mattes. A pele fica com um efeito mais fosco, mas não artificial.
A única coisa que não consegui me adaptar foi o aplicador. Ele vem com a proposta de impedir que o produto pingue por aí, mas isso é balela – pinga do mesmo jeito. Também é complicado para passar no rosto… você fica meio que sem saber se deve passar o produto do aplicador para mãos, ou se aplica direto no rosto… Enfim, é confuso. A tampa da embalagem também não é muito intuitiva: o sistema de fechamento possui duas peças: a tampa que rosqueia no frasco, e outra tampa que você encaixa por cima para completar o design da embalagem. Antes de tudo, você precisa retirar a primeira tampa para depois rosquear a segunda, onde fica o aplicador. Uma vez que você muda essa ordem, as tampas travam uma na outra tornando o fechamento impossível.
Tirando a embalagem complicada, esse produto é realmente incrível e cumpre tudo o que promete.

Dá pra comprar essa base aqui e o preço também é rico: R$349,00.

base-encre-de-peau-ysl

Nars All Day Luminous Wightless Foundation

Das 4 bases testadas essa foi a que eu tive menos domínio. Quando fui testar pela primeira vez já descobri logo de cara que essa base tinha um pouco mais de ‘’manias” que as outras. Sem saber que ela precisava ser agitada antes de usar, apertei o pump sem cerimônia; resultado: ela soltou uma água com textura bem diferente do que eu estava esperando. Limpei as mãos, agitei um pouco e pressionei novamente. Dessa vez achei ela um pouco mais grossa que as demais bases do mesmo conceito, o que influenciou diretamente a tarefa de espalhar. Também achei que ela demora um pouco mais para assentar na pele, o que significa que você não deve tirar conclusões nos dois primeiros minutos que você a aplica… ela precisa de um pouco mais de tempo para começar a mostrar para o que veio. Depois de aplicar, é fundamental que você dê uma pressionada de leve com as pontas do dedo para ajudar a base a assentar.
Mesmo depois de tantos cuidados e do quase fracasso, acabei me surpreendendo com o resultado. A pele realmente fica natural, uniforme e imperceptível.

A Nars All Day Luminous Wightless Foundation custa R$249,00 e vende aqui.

base_all wightless nars

 

Dior Diorskin Air Serum

Deixei a melhor de todas para o final. A Diorskin Air Serum é daquele tipo de base que uniformiza a pele e dá um efeito luminoso sem esforço. Com seu aplicador prático de conta-gotas, a única coisa que você precisa fazer é aplicar duas ou três gotinhas na mão e espalhar no rosto com movimentos circulares. O produto é absorvido rapidamente e a pele fica linda em questão de segundos. Além da textura incrível, a base da Dior também tem mais um diferencial: a tecnologia Oxigen Activ que combina diversos óleos vegetais, vitaminas e minerais. Esses elementos melhoram e revitalizam o estado da nossa pele.
Fiquei encantada com o resultado logo na primeira aplicação. Achei sua performance surreal e logo de cara a elegi como minha favorita na categoria.

Para quem também quiser investir, dá pra comprar aqui e o preço é R$285,00.

base_diorskin-dior-air

Considerações finais:

Embora todas essas marcas testadas sejam bem ricas, as bases sérum não são uma exclusividade das marcas careiras. Você também pode encontrar bases do mesmo conceito em marcas menos requintadas ou até em prateleiras de farmácias. Um bom exemplo disso é a Dream Wonder da Maybelline e a Bareskin da Bareminerals.
Também é bom ressaltar que essa não é uma formula que necessita de pincel, e muito menos esponja que vai absorver todo o produto antes mesmo de você leva-la ao rosto. Evite desperdícios, afinal, o preço do dólar não tá fácil pra ninguém.

E aí? O que acharam? Já testaram alguma base dessa nova categoria? Conte nos comentários.